Prefeitura de Embu e Apeoesp lamentam assassinato de educadora de 36 anos

Por | 28/02/2011


Foto:


Leia mensagens:


Nota de pesar da Prefeitura de Embu

"O governo da cidade de Embu das Artes lamenta o falecimento de Joyce Chaddad de Moraes Rodrigues [na realidade, Domingues]. Ela trabalhava desde 2007 como professora de educação física no Ensino Fundamental II, na Escola Municipal Professor Paulo Freire, no Jardim Santa Emília. Há três anos, trabalhava como coordenadora pedagógica da unidade.

A Secretaria Municipal de Educação presta solidariedade à família e decreta luto oficial por dois dias (28/2 e 1/3). As atividades na E.M. Professor Paulo Freire serão retomadas na quarta-feira, 2/3."

Nota da Apeoesp sub-sede Taboão da Serra

"Nesta manhã, fomos surpreendidos com a notícia do assassinato da professora Joyce Chaddad Domingues. Segundo as informações que obtivemos na escola e na delegacia de polícia, a professora estacionava seu carro em frente à EMEF Paulo Freire, da rede municipal de Embu, quando por volta das 6h30 a professora foi alvejada por quatro tiros.

Segundo relatos, a professora foi socorrida ainda com vida, mas não resistiu. Não há clareza sobre os motivos do crime, se assalto ou encomenda, no entanto estamos acompanhando e assim que obtivermos mais informação estaremos repassando ao conjunto da categoria, inclusive com data e horário do velório.

A professora Joyce Chaddad Domingues, que exercia a função de coordenadora na EMEF Paulo Freire, voltava a trabalhar depois de gozar licença gestante. Joyce, de 36 anos, é mais uma vítima da violência que cerca as escolas públicas e este crime não pode ficar impune.

A Apeoesp de Taboão da Serra está acompanhando todo processo através do professor Toninho."

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento