Vereadores criticam atendimento do IML e querem que direção explique 'descaso'

Por | 29/03/2011


Foto:


Silvino (PT) avaliou que o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) de Embu funciona normalmente, em caso de óbito por causas naturais. "Mas quando a morte é por causas externas, crime ou acidente, aí complica totalmente”, disse o vereador, em referência ao procedimento de que o corpo da vítima tem de ser encaminhado ao IML do município vizinho, mas a família chega a esperar muitas horas pelo atendimento e liberação para sepultamento.

"Há um descaso total no IML, médico que deveria estar lá às 7h da manhã e aparece depois das 10h para trabalhar. Isso é uma irresponsabilidade", protestou Silvino, que disse que enviará ofício ao órgão para saber os nomes dos médicos que atendem na unidade e quais são pagos pela Prefeitura de Embu. Ele citou caso em que o vereador Didi tentou a liberação do corpo de uma criança e teve de esperar mais de 4 horas por simples atendimento.

Adilson Oliveira-CMETE
Prédio do IML da região, em Taboão, alvo de críticas de vereadores

Didi confirmou a denúncia do colega presidente do Legislativo e disse que "o convênio do Estado com a prefeitura na prestação de serviços do IML não está funcionando". "É comum os cidadãos ficarem lá esperando quatro, cinco horas para a liberação de um corpo", afirmou. O vereador também disse que não há um sistema de emergências conectado ao velório municipal para agilizar o envio do corpo para ser velado, antes do sepultamento.

O vereador Arthur (PSDB) disse que os colegas "tocaram numa ferida muito grande da nossa cidade" e que atinge também Itapecerica da Serra e a própria cidade de Taboão. "O serviço do IML está muito ruim, igual ao da Sabesp", comparou. Ele sugeriu que a Câmara de Embu convoque os responsáveis pelo IML para prestarem esclarecimentos. "Funcionário lá é escasso, sai meio-dia para almoçar, volta às 4 da tarde, e as pessoas ficam lá esperando."

O presidente concordou. "Inclusive, tenho informações de que o diretor do IML é pago pelo nosso município", declarou Silvino. Ele disse que se isso for verdade exigirá providências da prefeitura para a melhoria dos serviços.

(Márcio Amêndola e Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento