Câmara aprova incentivo fiscal a empresa que contratar jovem de Embu

Por Assessoria de Comunicação | 10/08/2011


Foto:


Pela nova lei, a dedução de impostos concedida pela prefeitura será de 10% para empresas - sediadas em Embu - que contratarem de cinco a 15 estudantes ou jovens; de 15% às que empregarem de 16 a 30; e de 20% às que admitirem acima de 30 estudantes ou jovens. Os abatimentos devem ser aplicados de acordo com os valores devidos anualmente pelos contribuintes do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Foto: CMETE

Câmara de Embu, que aprovou três projetos e duas indicações

De acordo com a vereadora Ná, a iniciativa vai incentivar à conquista do primeiro emprego pela parcela da população cobrada a ter experiência profissional, mas que não dispõe de oportunidades de trabalho formal e se torna vulnerável na sociedade competititva e de consumo, além de induzir o crescimento da receita da cidade. Os colegas fizeram questão de se pronunciar e exaltaram o alcance social do projeto, que aprovaram com louvor.

Entre as demais quatro proposições apreciadas, projeto de lei institui no município programa de prevenção e controle de diabetes, por meio do exame de destro, nas unidades de saúde municipais, proposto pelos vereadores Luiz Carlos Calderoni (PMDB) e Edgardo Cabral (PSB). A mesa-diretora colocou para votação projeto de lei complementar que altera nomenclatura de cargos da Câmara sem mudança de níveis ou aumento de salários.

Calderoni também fez indicação de que a prefeitura realize projeto para implantação de parada de ônibus em toda a extensão da rua São Caetano - via em localidade de grande concentração de moradores -, no Jardim São Marcos. O vereador Aparecido Pereira Dias, o Didi (PT), indicou ao governo municipal que seja implantado serviço de creche noturna, para mães que precisam trabalhar ou estudar à noite e não têm com quem deixar os filhos.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento