João Leite quer 'Rede Cegonha', programa do governo federal, para gestantes de Embu

Por | 23/08/2011


Foto:


Segundo o vereador, caso seja implantado no Embu, o programa desenvolverá uma rede de cuidado com as mulheres durante a gravidez, parto e pós-parto, garantindo que sejam mais seguros e humanizados, e que o "momento da gravidez, parto, nascimento e os primeiros anos de vida são, comprovadamente, um período familiar fundamental que impacta consequentemente a sociedade em geral" (Documento Rede Cegonha).

Fotos: Adilson Oliveira-CMETE
Moradora do Jardim São Vicente grávida; João Leite (PT), que indicou programa de atenção às gestantes, durante sessão em março

O "Rede Cegonha" é integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Caso a prefeitura de Embu adira a essa nova modalidade de proteção integral à maternidade, o governo federal irá garantir transporte, medicamentos e exames gratuitos às gestantes participantes do programa, e as mães terão acompanhamento de gestação e da criança até os dois anos de idade.

Ao solicitar apoio dos colegas à proposta, João Leite lembrou que a implantação do programa nasceu de uma preocupação pessoal da presidente Dilma em relação à saúde da mulher e da criança nos primeiros meses de vida, e que tais cuidados são fundamentais na redução nas taxas de mortalidade materna e infantil. A indicação foi aprovada por unanimidade e encaminhada ao prefeito Chico Brito para providências.

(Márcio Amêndola – Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento