Coligação PR-PSB-PSD, 3ª mais votada, elege vereador na 4ª sobra de vaga em recontagem

Por | 12/08/2013


Foto:


Antes da recontagem, os votos válidos eram 132.325, que divididos pelo nú-mero de vagas da Câmara (15) resultavam no quociente de 8.821 (despre-zada fração). Com a anulação de 8.026 votos do vereador cassado, passaram a 124.299 e o quociente, a 8.286. Em 2012, a chapa PRB-PT foi a que teve mais votos (em candidatos e na/s legenda/s): 31.247. Divididos pela média por cadeira, tinha coeficiente partidário de 3,5423. Passou para 3,7710.

                                                                            Adilson Oliveira/CMETEA
Jomar (PSB), vereador após recontagem, cumprimenta juiz eleitoral

A coligação PDT-PMDB-PRP, segunda mais votada, recebeu 26.985 votos e passou de 3,0591 para 3,2566 de quociente. Quarta colocada, PTC-PPL-PC do B teve 16.279 votos e foi de 1,8454 para 1,9646. PTB-PTN-PPS-PV, com 14.137 votos, foi de 1,6026 para 1,7061. Já a chapa PSC-PSDB, que de 17.897 restaram 9.871 votos, desceu de 2,0289 para 1,1912. PSTU-PSOL (3.373 votos; 0,4070) e PP-PHS (1.553; 0,1874) não atingiram o quociente.

Como cada coligação ganha o número de cadeiras correspondente a parte inteira do quociente partidário, PRB-PT teria três representantes na Câmara, PDT-PMDB-PRP, também três, PR-PSB-PSD, dois, PTC-PPL-PC do B, PTB-PTN-PPS-PV e PSC-PSDB, um cada. Com a definição de 11 vagas, as quatro restantes foram preenchidas pela distribuição de sobras, na ordem, entre PTC-PPL-PC do B (+1), PRB-PT (+1), PTB-PTN-PPS-PV (+1) e PR-PSB-PSD (+1).

As primeiras três cadeiras de sobra foram definidas já na apuração das eleições. A recontagem dos votos, realizada na sexta-feira, 9 de agosto, no cartório no centro do município, garantiu, por meio do também chamado método das médias, a última vaga para PR-PSB-PSD, que - já com dois vereadores - elegeu o terceiro mais votado da chapa, Jomar Silva dos Santos (1.897 votos), segundo decisão da Justiça Eleitoral de Embu (1ª instância).

Infografia: Adilson Oliveira/CMETEA











































(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

 

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento