Orçamento para 2012, de R$ 421 milhões, já está na Câmara para ser votado até 1º/12

Por Assessoria de Comunicação | 27/10/2011


Foto:


Para impedir as perdas decorrentes da inflação, na despesa fixada os saldos e dotações serão atualizados sempre que a variação do IPCA-IBGE atingir 5% (cinco por cento) e, na sua extinção, o IPC-FIPE prevê o artigo segundo do projeto. Será considerado crédito especial a inclusão de novos projetos, atividades ou operações especiais nas unidades orçamentárias, sendo necessária a autorização legislativa específica para sua abertura.

Para a composição do orçamento, a prefeitura previu receitas por operações de crédito, de R$ 16,4 milhões. Caso o projeto seja aprovado na forma original, o Poder Executivo ficará autorizado a abrir créditos suplementares até o limite de 30% do total da despesa fixada na lei orçamentária, exceto as dotações destinadas às áreas de educação e saúde, com a finalidade de atender insuficiências de dotações estabelecidas e em créditos adicionais.

Adilson Oliveira/CMETEA - 28.set.11
Secretário José Jorge (Finanças) entrega LOA ao presidente Silvino

SECRETARIAS
A Secretaria de Obras terá em 2012 a maior verba da cidade: R$ 134.413.888,00, 8,3% a mais do que neste ano; seguida da Secretaria da Educação, com R$ 103.143.270,00 (+18,3%); da Saúde, R$ 73.852.207,00 (+22%); e de Serviços e Limpeza Pública, R$ 27.954.781,40 (+170,2%). Essa última teve sua verba muito aumentada porque incorporou despesas para pagamento da Amlurb, que em 2011 tinha orçamento separado.

Outras secretarias com significativo aumento nas despesas são as de Desenvolvimento Urbano, R$ 2.043.150,00 (+88,3% em relação a 2011); Cultura, R$ 2.212.160,00 (+35,6%); e de Comunicação Social, que terá R$ 1.828.800,00 e praticamente dobrará suas despesas em 2012 comparativamente a este ano (+90%). A Câmara, em 2012, terá verba total de R$ 8.000.000,00 (+5,7% em relação ao orçamento vigente).

Algumas secretarias terão crescimento negativo em suas verbas para 2012 em relação a este ano. Uma delas é a Secretaria de Meio Ambiente, com R$ 1.551.640,00 (-10,3% em relação ao mais de R$ 1,7 milhão de 2011), como também Finanças, com R$ 728.678,00 (-14,5%). A Embuprev também teve uma ligeira queda de previsão de despesas para o próximo ano, com orçamento total de R$ 2.400.000,00 (-8,6%).

VEJA AQUI COMPARATIVO DO ORÇAMENTO DE TODOS OS ÓRGÃOS MUNICIPAIS ENTRE 2011 E 2012

(Márcio Amêndola – Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu das Artes)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento