Vereadores aprovam repasse de recursos para entidades que atendem crianças em creche

Por Assessoria de Comunicação | 25/02/2015


Foto:

Os vereadores de Embu das Artes aprovaram nesta quarta-feira, dia 11 de fevereiro, concessão de recursos para entidades de creche conveniadas com a prefeitura, com alteração de instituição parceira e valores repassados. Na segunda sessão ordinária no ano, a Câmara Municipal também votou favorável a duas moções de pesar, uma delas como manifestação de luto pelo assassinato de conselheiros tutelares. Membros que atuam na defesa dos direitos da criança e do adolescente em Embu acompanharam.

O projeto de lei complementar (PLC) 2/2015, enviado pelo governo municipal para votação em regime de urgência e aprovado, modificou incisos do texto anterior, de dezembro de 2014, e definiu como conveniada a Cáritas Regional de Embu com repasse de R$ 340.836,48 e aumentou o recurso destinado à Cáritas Diocesana de Campo Limpo - Cristo Ressuscitado, para R$659.703,60. A lei entrará em vigor depois de assinada pelo prefeito Chico Brito (PT), mas terá aplicação retroativa a 1º de janeiro deste ano.

"É um projeto de extrema importância para as crianças e adolescentes da nossa cidade. Quando o recurso público é investido em educação e cidadania melhora a qualidade de vida não só do usuário do serviço como da família. Quando levam suas crianças para as creches conveniadas, as mães têm a oportunidade de sair para o mercado de trabalho e ajudar na renda familiar", afirmou Doda Pinheiro (PT) ao votar favorável. Ele destacou o trabalho das secretarias de Educação e Assistência Social pelo repasse às conveniadas.

O presidente Ney Santos (PSC) disse que "onde tem dinheiro público tem que ter fiscalização e muita responsabilidade" e enalteceu o convênio com as instituições que atendem crianças e adolescentes em complemento ao serviço da prefeitura. "As entidades vêm fazendo um trabalho muito sério, promovendo a inclusão das pessoas que necessitam. Está de parabéns o governo, e mais ainda as pessoas que comandam as conveniadas, percebemos o carinho e a responsabilidade que têm com as nossas crianças", declarou.

Em entrevista após a sessão, a vereadora e ex-conselheira tutelar Rosana do Arthur (PMDB), vice-presidente da Câmara, exaltou a parceria da prefeitura e entidades. "Todo mundo sabe que eu tenho uma forte ligação com a questão da criança e do adolescente. Cada vez que vier um projeto que envolva trabalho com criança e adolescente terá meu apoio. Fico muito feliz quando o número de atendidos aumenta a cada ano. Se o atendimento hoje é de 40 crianças e vai passar para 96, acredito que está sendo feito o trabalho", afirmou.

CONSELHEIROS

Rosana fez moção de pesar pelos conselheiros tutelares - Lindenberg Vasconcelos, 54, Carmen Lucia Silva, 38, e Daniel Farias, 31 - de Poção, em Pernambuco, assassinados a tiros, no dia 6, quando voltavam de Arcoverde (distante 70 km), no carro do Conselho Tutelar, com uma menina de 3 anos e a avó materna,para quem o pai perdera a guarda da criança. A idosa também foi morta na chacina. "O crime chocou e mobilizou os conselheiros tutelares de várias partes do país", comentou o conselheiro tutelar de Embu Samuel Brasil durante a sessão.

"Todos os conselhos estão em luto com a perda desses profissionais que, com certeza, estavam trabalhando na defesa da criança e do adolescente", disse Rosana, que citou as dificuldades e até casos de agressão sofridos também em Embu. "Não é para assustar os futuros candidatos, mas é a realidade. Os conselheiros da nossa cidade exercem a função com muito carinho, se for por salário, não ficam. É gratificante", completou. Luiz do Depósito (PMDB) observou que "enquanto a cidade dorme os conselheiros têm que estar 24 horas no ar".

"Conselheiro tutelar é trabalhador, é pai, mãe de família, faz cumprir a lei, o Estatuto da Criança e do Adolescente. Não dá para aceitar deixar impune, que se prenda e encarcere o autor dessa estupidez. Aqui em Embu os conselheiros tiveram uma situação razoável nos últimos anos e hoje têm condição melhor de trabalho", afirmou o vereador Edvânio Mendes (PT). Na outra moção de pesar, o vereador Clidão do Táxi (PC do B) prestou condolências pela morte da moradora Risete Dantas Sartor, aos 62 anos, no último dia 2.

PT, 35 ANOS

No início da sessão, vereadores do PT falaram sobre os 35 anos do partido. João Leite disse que o PT teve "muitas lutas e muitas conquistas que mudaram o Brasil para melhor", na área social. "O PT proporcionou muitas conquistas ao povo brasileiro. Seu crescimento trouxe também problemas, mas lutamos para saná-los", disse Doda. As denúncias de envolvimento do PT na corrupção na Petrobras foram abordadas. "Se companheiros estão envolvidos, que paguem. Aqui tenho orgulho de falar que transformamos Embu", afirmou Edvânio.

Comentários

Nenhum comentário até o momento