Veredores autorizam recursos a entidades e garantem educação e assistência a crianças

Por | 5/01/2012


Foto:


Apreciada na última sessão em 2011, extraordinária, em 21 de dezembro, a lei vigora desde 1º de janeiro. "Este é um voto que me dá muita satisfação, pela importância dessas entidades para o município", disse o vereador Milton do Rancho (PMDB). "Este voto me deixa muito feliz, sei que o valor é pouco, não atende às necessidades, e dentro do possível tentaremos conseguir um pouco mais, vocês merecem", afirmou o colega Luiz do Depósito (PMDB).

Maria Cleuza Ná (PT) elogiou a participação das entidades, que se reuniram com os vereadores, na decisão. "Estão de parabéns. É preciso discutir com todos, governo, entidades e Câmara, para chegarmos a um denominador comum. Quando se abre espaço para discutir propostas, estamos crescendo. O prefeito está de parabéns pelo gesto. Aqui também discutimos bastante, votaremos conscientes no projeto do qual temos pleno conhecimento", disse.

Fotos: Adilson Oliveira-CMETEA

Câmara aprova verba pública a cerca de 30 entidades; Gilvan, Silvino e Luiz do Depósito falam com diretores de conveniadas após a sessão

O presidente da Câmara, Silvino Bomfim (PT), endossou as palavras da vereadora. "Mesmo com um pouco de debate, de discordância, com coisas boas e ruins, a verdade sempre prevalece. É justo lutar pelo bem de nossas crianças, e as entidades são muito importantes, se não fossem elas não estaríamos atendendo a demanda por creches. Enquanto não há creches diretas [da prefeitura] suficientes, elas cumprem este importante papel", frisou.

"Aprovamos este projeto com os pés no chão. Devemos não só liberar recursos, mas acompanhar o trabalho, fiscalizar, visitar as entidades. Aproveito para agradecer aqui a Lúcia Gusson e a Adeguimar, da Secretaria de Educação, ao ouvidor Dr. Marcos Rosatti [secretário municipal da Controladoria Geral], que acolheram a solicitação das entidades e encaminharam o projeto na forma que foi aprovado", completou o vereador.

Para o vereador José Carlos Proença (PSDB), a aprovação do projeto foi um avanço, "mas é preciso mais verbas para as entidades que cuidam das nossas crianças". "A partir de 2012, vamos acompanhar mais de perto para saber a real situação das entidades e suas necessidades", garantiu. Na presença de representantes de algumas das entidades contempladas, o repasse foi aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes.

(Márcio Amêndola e Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento