Seis em cada dez oradores de audiência pública na Câmara defendem aprovação de projeto de revisão do Plano Diretor

Por Assessoria de Comunicação | 18/04/2012


Foto:


Na abertura dos trabalhos, falou o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Geraldo Juncal Jr., representando o governo municipal, explanando todas as etapas de discussão do Plano Diretor e o projeto da prefeitura apresentado à Câmara. No final, passou um vídeo institucional do governo sobre o Plano Diretor, de duração aproximada de 5 minutos. No total, Juncal Jr. usou da palavra por aproximadamente 70 minutos.

Em seguida passou-se à plateia, que se inscreveu para que cada um pudesse manifestar suas posições a respeito da revisão do Plano Diretor.

Fotos: Adilson Oliveira-CMETEA
Presidente Silvino conduz audiência do Legislativo sobre Plano Diretor, na 2ª; representantes de sem-teto e de ambientalistas se manifestam; vereadores fazem anotações durante acalorado debate

Para reivindicar moradias populares como prioridade no novo Plano Diretor, falaram os seguintes cidadãos e cidadãs:
1. Sheila Roberto - favorável ao PD;
2. Nilton Antonio R. Silva (MTST) - favorável ao PD;
3. Eliana Santos Rodrigues - favorável ao PD;
4. Ana Cristina de Oliveira - favorável ao PD;
5. José Luiz Teixeira - favorável ao PD;
6. Sandra - favorável ao PD;
7. Marli Gomes - favorável ao PD;
8. Vanessa de Souza (MTST) - favorável ao PD;
9. Ana Neves - favorável ao PD;
10. Rejane dos Santos - favorável a moradia e meio ambiente no PD;
11. Maria de Lourdes (MTST) - favorável ao PD;
12. Lídia Oliveira de Almeida (MTST) - favorável ao PD;
13. Jussara Santos - favorável a moradia e meio ambiente no PD;
14. Rosângela Gomes (MTST) - favorável ao PD;
15. Manoel Vicente - favorável a moradia e saúde pública no PD;
16. Marta Félix da Silva (MTST) - favorável ao PD; leu trechos do projeto do prefeito enviado à Câmara;
17. Davison da Silva Góes - favorável ao PD.

Falaram favoravelmente ao Plano Diretor, da forma como está escrito o projeto, ou com algumas sugestões para melhorá-lo:
1. José Batista Rodrigues (Pedreira Embu S/A) - favorável ao PD na forma como está escrito;
2. Hugo Prado Santos - favorável ao PD na forma como está escrito. Entregou abaixo-assinado com mais de 6.000 assinaturas, favorável ao PD;
3. Ivo Messias Amorim (diretor de teatro e Ator) - favorável ao PD na forma como está escrito);
4. Marco Antonio de Souza Martins (membro do Conselho da APA - Área de Proteção Ambiental - Embu Verde) - favorável ao PD na forma como está escrito;
5. José Roberto Terassi (Ex-presidente da Acise - Associação Comercial, Industrial e Serviços de Embu -, ex-vice-prefeito de Embu das Artes) - favorável ao PD na forma como está escrito;
6. Clemilda - favorável ao PD na forma como está escrito, defendendo moradia, meio ambiente, saúde, lazer);
7. Hillmann Albrecht (presidente da Acise) - favorável ao PD na forma como está escrito; entregou documento extenso em defesa dos corredores
empresariais;
8. Angela Tavares - favorável ao PD na forma como está escrito;
9. José Antonio Martins - favorável ao PD na forma como está escrito, mas pediu ampliação do corredor comercial para as estradas da Ressaca e Kaiko;
10. Raquel Simas (enfermeira do trabalho) - favorável ao PD na forma como está escrito;
11. Chico Terra (movimento de moradia) - favorável ao PD na forma como está escrito, com ênfase em moradia e corredores empresariais.

Os que se manifestaram contrários ao Plano Diretor na forma como está escrito, e solicitaram o adiamento da votação do Plano Diretor nesta quarta-feira, dia 18, para que se aprofunde sua discussão e problemas, os seguintes cidadãos:
1. Anivaldo Laurindo Ferreira (Casa de Cultura Santa Tereza) - contra o PD na forma como está escrito;
2. Vanessa Aderaldo (Casa de Cultura Santa Tereza) - contra o PD na forma como está escrito;
3. Wilson Nobre (professor universitário) - contra o PD na forma como está escrito; ele protocolou documento junto aos vereadores, no qual aponta alegados problemas no projeto do Plano Diretor, com "legalidades e inconstitucionalidades" que poderão inviabilizar sua aplicação;
4. Lucila Moura (Ibioca) - contra o PD na forma como está escrito;
5. Paulo Nobre (climatologista) - contra o PD na forma como está escrito;
6. Rodolfo Almeida (movimento Salve Embu das Artes) - contra o PD na forma como está escrito;
7. Maria Isabel - contra o PD na forma como está escrito;
8. Renato Gonda (artista plástico) - contra o PD na forma como está escrito;
9. Jair Alves dos Santos, o Gaíga (artista plástico) - contra o PD na forma como está escrito;
10. Antonio de Jesus Rocha (ex-vereador) - contra o PD na forma como está escrito;
11. Indaia Emília S. Pelosini (movimento Salve Embu das Artes) - contra o PD na forma como está escrito;
12. Leandro Dolenc (Sociedade Ecológica Amigos de Embu) - contra o PD na forma como está escrito;
13. Sandra Regina Storalli - contra o PD na forma como está escrito;
14. Cláudio Dias (engenheiro da Dersa) - contra o PD na forma como está escrito;
15. Ruy Kureda - Contra o PD na forma como está escrito;
16. João Cristropher (professor e geólogo) - contra o PD na forma como está escrito;.
17. Kelly Cristina - contra o PD na forma como está escrito; denunciou problemas no terreno industrial do Jardim Tomé.

 

Falaram genericamente sobre os problemas do município e outros temas, sem contudo apresentar propostas concretas, os seguintes cidadãos e cidadãs:
1. Marina Dias Carvalho (entidade Mulheres em Ação) - favorável ao PD;
2. Joel Mathias dos Santos - favorável ao PD; leu trechos da sentença da Justiça mantendo as audiências do Plano Diretor, após tentativa de entidades ambientais de impedi-las;
3. Jorge Eduardo Ruber - sem posição;
4. Angélica Maria Lucas de Oliveira - contra o PD;
5. Everaldo Neves - favorável ao PD;
6. Lygia Maria Toledo - contra o PD; cantou o Hino Nacional;
7. Davi Falandra - favorável ao PD;
8. Marilene Ferreira de Souza - não externou posição clara;
9. Ronaldo Mercês - discursou genericamente;
10. José Carlos Ribeiro da Silva - discursou genericamente;
11. Marta Ribeiro Junqueira - aparentemente contra o PD;
12. Carlos Alves da Silva - aparentemente favorável ao PD;
13. Manoelídio Ramalho de Oliveira, o Mané do Café - discursou genericamente;
14. José Nunes - criticou serviços da Sabesp.

Pronunciamento de vereadores:
1. José Carlos Ferreira de Proença (PSDB) - avaliará todas as propostas e colocações da população para depois pronunciar-se contrário ou favorável ao PD;
2. Júlio César Campanha (PTB) - vai avaliar todas as posições, e que, depois, o melhor para Embu seja decidido;
3. Luiz Carlos (do Depósito) Calderoni (PMDB) - afirmou que todos os depoimentos foram de grande valia e que os vereadores entendem as demandas de todos os lados; votará com todo o cuidado, seja sim ou não ao PD;
4. Silvino Bomfim de Oliveira Filho (PT) - acredita no caráter e lisura de todos vereadores para votarem com independência e livres de pressões; disse que, na votação do PD, a Câmara terá um posicionamento maduro, coerente e responsável: "Cabe à Câmara buscar o equilíbrio entre as propostas e votar com tranquilidade."

Ao final da audiência pública - a última do processo, depois das 40 realizadas pelo Executivo -, o secretário Geraldo Juncal Jr. fez suas considerações finais por cerca de 15 minutos, respondendo à maioria das questões. Ao final, disse que ao poder público cabe o papel de mediação, procurando uma proposta que contemple a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável com geração de empregos, entre outros.

Nesta terça-feira, dia 17, na manhã seguinte à audiência, os vereadores Silvino Bomfim (PT), José Carlos Proença (PSDB), Maria Cleuza Gomes (PT) e João Leite (PT) se reuniram com o jurídico da Câmara e o secretário Marcos Rosatti (Controladoria-Geral) para discutir sobre as propostas e demandas apresentadas pelos moradores. A votação do projeto de revisão do Plano Diretor está prevista para a sessão nesta quarta-feira, a partir das 18h.

VEJA MAIS IMAGENS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PLANO DIRETOR




(Márcio Amêndola e Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

Comentários

Nenhum comentário até o momento