Comissão de 6 vereadores representa Câmara no recesso, que termina nesta quinta

Por Assessoria de Comunicação | 30/01/2013


Foto:


As sessões da Câmara são abertas ao público, em que é garantido o uso da palavra pelos cidadãos por meio da tribuna popular - mediante solicitação por escrito, protocolada na Casa, com antecedência mínima de sete dias, entre outras condições -, ou em caráter excepcional, a autoridades convidadas, a critério da presidência ou por solicitação de vereador. O plenário dispõe de 176 cadeiras novas (duas para obesos) e espaço na frente para dois cadeirantes.

Foto: Adilson Oliveira-CMETEA

Prédio da Câmara de Embu das Artes; 1ª sessão ordinária é dia 6/2

No caso de sessão extraordinária, a Câmara é convocada pelo presidente nos períodos definidos. Fora dos referidos intervalos, a convocação é feita pelo prefeito ou pela maioria absoluta dos vereadores, em situação de urgência ou interesse relevante, com notificação pessoal e escrita aos vereadores em no mínimo 24 horas antes, segundo o regimento. Nessa circunstância, a Câmara somente pode deliberar sobre matérias para as quais foi convocada.

Em janeiro e julho, as sessões ordinárias não são realizadas em razão do recesso parlamentar. Apesar da interrupção dos trabalhos em plenário, a Câmara dispõe de um grupo de vereadores - 1/3 do total, no mínimo - que representa o Legislativo no período. Neste mês, a Comissão Representativa é constituída por Elisabete Carvalho (PDT), Gilson Oliveira (PT), Gilvan de França (PPS), Jefferson Siqueira (PR), João Leite (PT) e Rosana Almeida (PMDB).

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento