Vereadores aprovam convênio para assistência a crianças e adolescentes em risco

Por Assessoria de Comunicação | 12/04/2013


Foto:


A presidente da Comunidade Kolping de Embu, a assistente social Maria Augusta de Queiroz, acompanhou a sessão com mais de 20 funcionárias da entidade. "Os jovens estarão matriculados na rede de ensino e frequentarão cursos de cultura e esporte do município", explicou ela. Ligada à Igreja Católica e nascida na Alemanha, a Comunidade Kolping existe no Brasil desde 1923 e possui 180 unidades em 22 Estados brasileiros.

Fotos: Adilson Oliveira/CMETEA
Rosana exalta a Kolping por assumir atendimento de adolescentes

Edvânio enaltece a Kolping pela ação de longa data voltada ao social

Ney diz que nova conveniada faz trabalho 'bonito' não só em Embu

Em Embu das Artes, a entidade tem creche que atende mais de 300 crianças, além de hotel social, que assiste 35 moradores de rua. "Acompanho a Kolping há muitos anos e sei que é uma entidade séria. Parabenizo-a por ter assumido essa responsabilidade. Se é um desafio muito grande atender crianças de 7 meses a 4 anos, trabalhar com adolescentes na situação em que chegam ao abrigo é muito mais difícil", disse a vereadora Rosana do Arthur (PMDB).

O vereador Edvânio Mendes (PT) disse que a prefeitura não seria "irresponsá-vel" em não assinar "uma parceria com a entidade, que durante muitos anos têm feito um trabalho voltado ao social na cidade". Ney Santos (PSC) classiificou o atendimento da Kolping como "trabalho social bonito não só em Embu, como em outras cidades". "Quero parabenizá-los, de coração, pelo que vocês têm feito pelas nossas crianças, que são o futuro do nosso país", disse.

O vereador Jefferson do Caminhão do Lixo (PR) parabenizou o prefeito Chico Brito (PT) pela iniciativa e disse acreditar que os profissionais da Kolping "vão fazer um brilhante trabalho" quanto à nova parceria. "Contem com meu apoio", falou. Clidão do Táxi (PC do B) disse que a entidade já faz "tra-balho social muito bonito" com a creche e desejou sucesso para que "toque esse projeto e nos dê muita alegria". "Vamos dar resposta a essas crianças."

Fotos: Adilson Oliveira/CMETEA
Jefferson diz acreditar que organização social fará 'brilhante trabalho'

Clidão desejou que entidade 'toque o projeto e dê alegria' às crianças

Presidente da Kolping, Maria Augusta (de roxo), acompanha sessão

OUTRAS PROPOSIÇÕES
Os vereadores aprovaram, ainda, dois projetos de lei do Executivo municipal sobre denominação e regularização de via pública: a travessa Monique, no Parques das Chácaras, e a estrada Água Espalhada, que começa na estrada Louis Pasteur, no bairro Quinta do Morro (unidade administrativa do Pinheirinho), e termina na divisa com Itapecerica da Serra. Também foram aprovadas 21 indicações para providências do Executivo.

De autoria de nove vereadores diferentes, as indicações vão desde estudos de viabilidade de implantação de iluminação pública, urbanização de córrego, reforma de quadra, instalação de academia pública até a construção de postos de saúde e recapeamento asfáltico. Já um requerimento que pedia relatórios de frequências ao trabalho de servidores da saúde, apresentado pelo vereador Ney, foi rejeitado por 2/3 dos vereadores da Casa (link abaixo).

> LEIA SOBRE VOTAÇÃO DE REQUERIMENTO REFERENTE À SAÚDE

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes) 

Comentários

Nenhum comentário até o momento