Vereadores prestigiam assinatura de convênio de R$ 8,2 milhões para educação e emprego

Por | 26/04/2013


Foto:


Neste ano, o investimento total é de R$ 8,2 milhões - R$ 7,2 milhões do muni-cípio e R$ 1 milhão dos governos do Estado e federal. "O governo do prefeito Chico Brito, através das secretarias de Assistência e Educação, está de para-béns, porque quando investimos em crianças e jovens o retorno vem pa-ra nós mesmos, a sociedade. Estamos comprometidos para aprovar os projetos de inclusão social e educacionais que beneficiem a população", afirmou Doda.

                                                                Fotos: Rita de Biaggio/CMETEA
Doda destaca investimento municipal na assistência infanto-juvenil

Chico Brito exalta vereadores pela 'postura propositiva com a cidade'

Doda deu como exemplo o projeto da Igreja São Lucas com crianças em idade de creche e disse que "aprovar projetos como este não é favor, é direito previsto na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação". Projeto de lei complementar que permitiu a assinatura dos convênios foi aprovado pela Câmara em 13 de fevereiro. O prefeito parabenizou os verea-dores pela aprovação e "postura propositiva que têm tido com nossa cidade".

MAIOR EXIGÊNCIA
A prefeitura tem aumentado os repasses às entidades parceiras. Investiu em 2009 R$ 3,5 milhões nos convênios, e nos anos seguintes R$ 4,5 milhões (2010), R$ 6 milhões (2011) e R$ 7,1 milhões (2012). "Peço às secre-tárias e entidades que estejam sempre abertas para melhorar nosso trabalho. Se aumentarmos o grau de exigência, só quem vai ganhar é o povo da cidade", frisou. Ele anunciou que para 2014 quer assinar os convênios em janeiro.

Os secretários falaram da importância da parceria. Marcos Rosatti (Controla-doria) disse que "o 3º Setor é fundamental, por isso nos esforçamos para formalizar convênios o mais breve possível". Lucia Couto (Educação) informou que as creches parceiras atendem 2.500 crianças de 0 a 3 anos, em 22 núcleos da cidade. "As creches conveniadas têm um papel histórico no aten-dimento das nossas crianças e por isso temos muito respeito por elas", disse.

                                                                Fotos: Rita de Biaggio/CMETEA
No Dia do Índio, representante de entidade assina termo de convênio

Adolescentes atendidos em programa social fazem número de dança

Daniela Almeida Brito (Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional) disse que, no ano passado, 2,7% da população brasileira saiu da extrema pobreza, através do programa do governo federal de erradicação da pobreza. "E a população de Embu das Artes vive esses avanços. O que estamos estabelecendo aqui hoje é uma corrente de confiança e responsabilidade. Temos plena confiança na contemplação das parcerias", declarou.

Chico disse ainda, no evento no Centro Cultural Mestre Assis, que o país passa pelo desafio de ter mão de obra qualificada para suprir as vagas disponíveis no mercado. "Achava que não estaria vivo para viver o pleno emprego no Bra-sil, o país ter mais vagas que gente para ocupar. Esse é o grande desafio do Brasil e da nossa cidade", alertou, avisando que na semana seguinte te-ria reunião na Federação das Indústrias (Fiesp) para trazer o Senai para Embu.

(Rita de Biaggio - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento