Câmara de Embu suspende sessão solene de emancipação da cidade

Por | 13/02/2021


Foto:

Em virtude da pandemia de Covid-19, que já vitimou mais de 237 mil pessoas, a Câmara Municipal de Embu das Artes não realizará sua tradicional sessão solene de emancipação da cidade, que aconteceria dia 18 de fevereiro.


A decisão foi tomada em respeito às famílias das vítimas desta verdadeira tragédia sanitária que abalou o Brasil e o mundo e em proteção aos emancipadores da cidade, que já estão com idade avançada, pois a vacina já está chegando.

Dando seguimento ao Plano Municipal de Imunização, Embu das Artes já vacinou com a primeira dose todos os seus 1484 servidores da rede pública de saúde, dando início a imunização de profissionais que atuam no serviço de saúde privado da cidade e os idosos.


Aos 94 anos, o Sr. Annis Neme Bassith, emancipador e primeiro prefeito de Embu das Arte, recebeu a primeira dose da vacina, sendo o primeiro cidadão idoso de Embu das Artes a receber o tão esperado imunizante.


A não realização sessão solene pelo aniversário de Emancipação Político-Administrativa da cidade é uma decisão difícil, pois o evento é tradicional e celebra a data que é marcada pela Lei Nº 5.285, de 18 de fevereiro de 1959, promulgada por Jânio da Silva Quadros, Governador do Estado.


A História de Embu das Artes é riquíssima e vale muito a pena ser contada, recontada e, principalmente lembrada por quem viveu esse período, contudo, estamos vivendo um momento muito difícil com essa pandemia, sendo assim, precisamos preservar a saúde dos cidadãos e cidadãs embuenses.