Vereadores aprovam medidas de prevenção ao coronavírus para as agências bancárias e casas lotéricas

Por | 7/05/2020

Fila longa se forma fora da Agencia da Caixa Econômica Federal no centro de Embu; Medidas são para evitar aglomeração de pessoas e propagação do vírus
Foto:Enviado por munícipe

Os vereadores embuenses realizaram na manhã desta quarta-feira, dia 6, duas sessões ordinárias, a 9º e 10º, e aprovaram regras para o atendimento das agências bancárias e casas lotéricas que estão recebendo pessoas em busca do auxílio emergencial pago pelo governo durante a quarentena estipulada em todo o Brasil no último mês de março. Além da higienização das agências e lotéricas, os parlamentares exigem que eles disponibilizem um funcionário capacitado para organizar as filas que se formam nas entradas, prevendo distanciamento mínimo de 1,5 metros, além de outras medidas.

Com o objetivo de garantir que as ações governamentais adotadas no últimos meses de março e abril contra a propagação do coronavírus no município sejam efetivas, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei que prevê medidas a serem adotadas pelas agências bancárias e casas lotéricas para o atendimento da população embuense durante a pandemia, que vem acentuando a cada dia o número de mortes causadas pelo vírus covid-19. Após a divulgação sobre o pagamento do auxílio emergencial do Governo Federal às pessoas de baixa renda e microempreendedores, diariamente filas se formam nas entradas das agencias bancárias da Caixa Econômica Federal e nas lotéricas por toda a cidade, podendo assim agravar o problema de propagação do vírus.

Diante desse cenário, os vereadores embuenses aprovaram medidas que deverão ser observadas pelas agências. De acordo com o PL aprovado, “Fica determinado que as Agências Bancárias e Lotéricas, situados no Município de Embu das Artes, deverão observar as seguintes medidas obrigatórias de urgência, a saber”:

  • I – realizar diariamente a higienização e desinfecção das agências bancárias e lotéricas internamente e externamente;
  • II – fazer a distribuição de senhas, ainda nas filas externas, de acordo com a capacidade de atendimento diário do local;
  • III - disponibilizar 01 (um) ou mais funcionários para organizar as filas fora e dentro das agências e lotéricas, mantendo o distanciamento mínimo de 1,5 (um e meio) metros
  • IV - disponibilizar 01 (um) ou mais funcionários para higienizar as mãos dos clientes nas filas e na entrada e saída do local;
  • V – disponibilizar álcool em gel nos caixas, e nos balcões de atendimento, para o uso dos clientes e funcionários;
  • VI – limitar a utilização de uma pessoa por caixa eletrônico durante o expediente bancário, sendo que os demais quais queiram utilizar os terminais, devem permanecer ao lado de fora do estabelecimento, aguardando a sua vez de uso.
  • VII – limitar o acesso de pessoas e clientes no interior das agências e lotéricas considerando o tamanho e capacidade de atendimento dos respectivos locais;
  • VIII – uso obrigatório de máscaras por todos os funcionários da agência e recomendação visual expressa de uso aos clientes que adentrarão no local, conforme lei municipal.

 

“O vírus tem se propagado de forma muito rápida em todo o território nacional e na nossa cidade de Embu das Artes e nós precisamos nesse momento tomar medidas de enfrentamento. Uma das medidas fundamentais nesse momento é que possamos regrar tanto o atendimento das Agencias Bancárias quanto das Casas Lotéricas, principalmente a partir da disponibilização do auxílio emergencial o que nós temos visto na cidade são filas quilométricas tanto nas agências bancárias como nas casas lotéricas e por isso é fundamental que esses entes privados tenham que cumprir uma legislação e por isso estamos propondo essa lei que prevê a higienização e a organização de filas”, disse o presidente da Câmara, Hugo Prado, em explicação da medida adotada.

Além das medidas acima mencionadas, os vereadores também aprovaram PL 12/2020 que determina a implantação de “pontos de limpeza e higienização das mãos, com álcool em gel disponibilizado, em escolas, creches, nas UBS, no Pronto Socorro Central, na UPA e todos os órgãos públicos municipais.

Os vereadores também aprovaram uma autorização ao executivo municipal para suplementar elementos de despesas na pasta da Saúde.

 

APOIO AOS EXPOSITORES

Preocupados com essa realidade de isolamento social que acabou impactando no funcionamento da Feira de Artes e Artesanato que é realizada há anos no Centro Histórico do município, os vereadores aprovaram a criação de um “portal digital” como plataforma para divulgação e vendas para auxiliar comerciantes e os expositores nesse momento.

Além do portal, que deverá ser feito pela equipe de comunicação da prefeitura, também será implementado o serviço de whatsApp para potencializar as vendas.

“O Portal possibilitará a exposição online dos produtos antes vendidos presencialmente na Feira de Artes a finalização da venda será via WhatsApp e poderá ser utilizada gratuitamente pelos comerciantes e expositores” - indica trecho do PL aprovado.

Além da ajuda aos expositores, o vereador Júlio Campanha idealizou a criação de um portal, ou “Vitrine online” com a finalidade de auxiliar empreendedores, autônomos e o comércio local nas vendas e divulgação de produtos. O portal terá como nome “Divulga Fácil” e também terá serviço via WhatsApp.

Na ordem do dia os vereadores também aprovaram a denominação da Praça situada entre as Ruas São José Mendes Ferreira e Av. João Paulo II, no Jd. Santa Tereza, que passa a se chamar “Praça Vereador Manoel Raymundo dos Santos”. Os parlamentares também aprovaram a concessão de um Título de Cidadão Embuense ao Sr. Nilton Silva por sua relevante contribuição a cultura tradicional do município, coordenando a Festa de Santa Cruz e sempre apoiando os trabalhos da Banda Municipal. Sr. Nilton é morador do município há 33 anos.

 

INDICAÇÕES

Na nona sessão os veadores aprovaram diversas indicações.

O vereador Joãozinho da Farmácia indicou ao executivo municipal a manutenção dos bloquetes de todo o calçamento, além da implantação de guias e sarjetas da Rua Graciliano B. Santana no bairro Vila Engenho Velho. Joãozinho também indicou a ampliação de linha de ônibus ao Jd. Itatuba;

O vereador Índio Silva solicitou ao executivo municipal a reforma do playground em frente a creche Janete Beauchamp, no Jd. Santo Eduardo e a implantação de uma praça pública na Rua João Guimarães Rosa, no Jd. Taima.

Luiz do Depósito indicou ao governo municipal a realização do evento: “1º Corrida de Apoio as Mulheres Vítimas de Violência” em parceria com a Secretaria da Mulher.

O vereador Bobilel Castilho em parceria com o vereador Gerson Olegário indicou ao executivo municipal a implantação de transporte público gratuito nos bairros Jd. Castilho; Jd.Fátima; Jd. Perequê; Jd. São Luiz; Jd. Nayara; Jd. Santa Rita e Itatuba.

Bobilel e Gerson também solicitaram ao executivo municipal a canalização e cobertura do córrego localizado entre a Estrada Maria Imaculada e Rua Robalo, no Jd. Santa Clara.

 

 

(Assessoria de Comunicação)