Presidente da Câmara de Embu das Artes, Hugo Prado, anuncia medidas para prevenção da proliferação do coronavírus

Por | 16/03/2020

Presidente Hugo anunciou medidas aos servidores da Câmara na tarde desta segunda-feira, dia 16.
Foto:Alexandre / CMEMBU

A Câmara Municipal de Embu das Artes irá interromper o acesso presencial do público às dependências do legislativo. A decisão, tomada pelo Presidente da Câmara, Hugo Prado, foi para antecipar medidas contra a proliferação do vírus que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), poderá chegar ao Brasil em grande escala já nas próximas semanas.

Em reunião feita com os servidores na tarde desta segunda-feira, dia 16, Hugo também anunciou que irá suspender as sessões ordinárias por tempo indeterminado, buscando evitar possível risco de contágio devido a aglomeração de pessoas no legislativo municipal. Nesse tempo o público poderá ter acesso aos serviços da Câmara por meios dos canais de telefone e internet.


Seguindo o protocolo adotado pelo governo municipal, acompanhando o pedido do Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial de Saúde) a Câmara Municipal de Embu das Artes irá interromper seu atendimento presencial ao público e cancelou a realização das sessões ordinárias no plenário Mestre Gama, inclusive a 7º sessão ordinária, agendada para esta quarta-feira, dia 18, suspendendo a ordem do dia que já estava publicada em seu site institucional.


A decisão foi anunciada pelo Presidente da Câmara, Hugo Prado, aos servidores do legislativo, que manterão os setores administrativos em funcionamento em sistema de revezamento evitando aglomerações. De acordo com o diretor geral da Casa, Felipe Santos, o atendimento ao público de forma presencial será suspenso, mas a Câmara permanecerá em atendimento via telefone e canais como a internet. Cada vereador poderá optar por manter seu gabinete aberto ou com as atividades suspensas temporariamente.


“Estamos vivendo um momento muito delicado em todo o mundo e nós temos acompanhado atentamente a todas as notícias sobre a questão da pandemia do Covid – 19 (coronavírus). O que a gente acompanhou, principalmente o que tem acontecido na Europa é que faltaram no início algumas ações preventivas, o que acabou levando a esse grande colapso que a gente está vendo. Então, o nosso papel é acima de tudo zelar pela integridade de todos os servidores e do povo da nossa cidade. Nós podemos até ser criticados pela ação, mas jamais pela omissão”, disse Hugo aos servidores do legislativo.


ATENDIMENTO AO PÚBLICO SERÁ REMOTO


O atendimento ao público de forma presencial na Câmara Municipal de Embu das Artes será suspenso a partir desta terça-feira, dia 17, sem a possibilidade da entrada de munícipes às dependências do legislativo.


O corpo de servidores se revezará para manter o prédio e os trabalhos administrativos da instituição em ordem. A direção também tomou a decisão em dispensar os estagiários e os servidores com idade acima dos 60 anos, ou com quadro clínico do chamado “grupo de risco” do serviço por tempo indeterminando.


Apesar da interrupção do acesso ao público nas dependências do legislativo, o munícipe ainda poderá entrar em contato com os setores administrativos da Câmara por meio do telefone (4785-1566) ou vias canais como as redes sociais, email (diretoria@cmembu.sp.gov.br) ou pelo E-Sic (O Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão).


SESSÕES EXTRAORDINÁRIA


Como explicou o Presidente da Câmara, Hugo Prado, aos servidores do legislativo, caso haja no município a necessidade da aprovação de algum projeto pelos vereadores da Casa, uma sessão extraordinária será convocada e a sessão será transmitida pela internet, evitando assim a aglomeração de pessoas no plenário.


“Temporariamente às sessões ordinárias estarão suspensas, salvo necessidade da realização de sessões extraordinárias as quais iremos convocar os vereadores e as mesmas serão [realizadas] sem a presença do público e transmitidas via internet”, disse o Presidente da Câmara, Hugo prado.

 

 

(Assessoria de Comunicação)