Vereadores aprovam projeto de incentivo a “arte ao vivo” no Centro Histórico

Por | 16/05/2019

Artistas Mário Ramos e Miren Edurne prestigiaram a sessão que aprovou o projeto "Alameda dos Artistas" como incentivo a produção das artes "ao vivo" no centro histórico da cidade
Foto:Alexandre / CMEMBU

Os parlamentares embuenses aprovaram na manhã desta quarta-feira, dia 15, o projeto “Alameda das Artes – Atelier a céu aberto” para incentivar os artistas a produzirem suas obras de forma “ao vivo” no centro histórico da cidade aos finais de semana. Além do projeto que impulsiona da atividade artística no município, a sessão também contou com a aprovação de um requerimento, duas moções e indicações na ordem do dia.

Pensando no incentivo aos diversos artistas que compõem a famosa feira de artes no centro histórico do município, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei que “Institui o programa ‘Alameda das artes - Atelier a céu aberto’”, iniciativa essa que permitira a cada artista inserido no programa a expor e executar suas obras de forma a evidenciar seu trabalho aos milhares de turistas que visitam nosso município aos finais de semana.

A “Alameda das Artes” será montada na Rua da Matriz, local de grande circulação de pessoas no centro histórico e será gerida de forma rotativa entre os artistas. Além do centro histórico, o programa também prevê a possibilidade de a “alameda” excursionar por escolas, parques e outros locais de grande circulação do município.

“Tenho que parabenizar o secretario de Cultural, Júlio Campanha, que sempre vem buscando alternativas para melhorar e fomentar ainda mais o cunho cultural e artístico da nossa cidade. Nós vivemos em um momento muito delicado, onde o ‘industrianato’ tem crescido muito na sociedade em geral e essa desvalorização do artista. Esse ateliê a céu aberto trará essa intimidade do artista com o turista de nossa cidade”, disse o presidente da Câmara, Hugo Prado, em apoio ao projeto.

Na ordem do dia os vereadores também aprovaram o “veto total ao autógrafo” 3203/2018, direcionado pelo executivo municipal, que trata sobre “criação de campanha educativa de conscientização sobre a Síndrome Alcoólica Fetal”.

Os vereadores também aprovaram um requerimento de autoria do vereador Edvânio Mendes que solicita esclarecimentos e providências referentes a falta de medicamentos fornecidos pelo Governo do Estado.

“É muito importante que esse requerimento chegue ao Governo do Estado porque muitas vezes vamos a UBS ou Pronto Socorro o que mais nós ouvimos é que não está vindo medicamento do Estado. Quero entender melhor se a culpa está lá, ou aqui?”, questionou o vereador Edvânio Mendes com a aprovação do requerimento.

Edvânio também aprovou uma moção de repúdio pela “redução de 30% do orçamento de verbas destinadas a Universidades Federais, por parte do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro”.

O vereador André Maestri aprovou uma moção de pesar devido o falecimento do policial militar reformado, Hudson Silva.

Como indicação o vereador Bobilel Castilho solicitou ao executivo municipal a reforma geral do escadão da Rua Bororós, no Jd. Santa Clara.

 

 

(Assessoria de Comunicação).

Comentários

Nenhum comentário até o momento

ATIVIDADES

INSTITUCIONAL

IMPRENSA

  • cme.comunicacao@gmail.com
  • Telefone: (11) 4785-1568 Ramal 227/242
  • Coordenador de Comunicação: Alexandre Oliveira
  • Jornalista Assessor de Comunicação: Adilson Oliveira
  • Assessora de Comunicação: Gabriela Rocha
  • Estagiário: Matheus Lima Silva
  • Arquivo Fotográfico: Flick