Parlamentares pedem Centro de Diagnóstico por Imagem no município

Por | 11/04/2019

Vereadora Dra. Bete também apoiou o projeto que autoriza ao executivo a implantação de um Centro de Diagnóstico Municipal
Foto:Alexandre / CMEMBU

Na sessão comandada pelo vereador Gilson Oliveira, que teve ausência do presidente da Câmara, Hugo Prado, por motivo de saúde, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei (PL) que autoriza o executivo municipal a implantar um Centro de Diagnósticos por Imagem. O dispositivo deverá propiciar atendimento especializado aos pacientes do município. Na Ordem do Dia desta quarta-feira, dia 10, os vereadores também aprovaram o PL que autoriza o governo executivo a implantar uma Usina de Asfalto Municipal.


Preocupados em agilizar os diagnósticos nos exames clínicos, os vereadores aprovaram o PL 37/2019, que autoriza a implantação de um Centro Municipal de Diagnósticos por imagem. O Projeto, de autoria do vereador Luiz do Depósito, foi subscrito por todos os vereadores da base governista.


O vereador Luiz do Depósito exemplificou a dificuldade que os pacientes de Embu sofrem para obter um exame clínico. “Quando um paciente tem um AVC, ele tem que levar lá no Pirajussara, fazer um Raio-X, fazer os exames e depois voltar pra cá e aguarda os exames. Então pra isso precisa de ambulância, de médico. Então vai solucionar muitos problemas e não vai ter essa questão de aguardar o Governo do Estado”, disse Luiz.


A vereador Dra. Bete também aprovou a iniciativa, dando exemplo sobre o viés da Ortopedia. “Que esse Centro de Diagnóstico venha mesmo, logo. Se um médico não consegue ver o exame aquilo ali fica emperrado três, quatro meses e a pessoa pode ficar com uma fratura que já se consolidou”, disse a vereadora Dra. Bete.


Os vereadores também aprovaram o PL que autoriza o executivo municipal a instalar uma Usina de Asfalto na cidade.
Luiz do Depósito citou a conveniência de possuir a Usina instalada na cidade e seus benefícios. “Antigamente já tinha essa usina de asfalto. O problema maior hoje é que ele [o asfalto] tem uma duração. Esse material depois que ele é feito ele demora quase 2hs para chegar na nossa cidade, então ele tem um tempo de duração e se ficar muito tempo, ele perde a validade. Sendo aqui próximo é mais uma vantagem, com o material mais seguro. Nossa cidade está precisando de muitos recapeamentos, então vem de encontro a necessidade”, disse o propositor do Projeto, Luiz do Depósito.


O vereador André Maestri também apoiou a ideia, o que para ele irá gerar economia e agilidade no processo de recuperação da malha asfáltica da cidade. “É importante nós termos uma usina aqui, para dar uma atenção mais rápida e comprar massa asfáltica mais barata”, disse o vereador André Maestri, em comentário sobre a instalação de uma Usina de Asfalto na cidade.


Na Ordem do Dia os vereadores também aprovaram a suplementação de despesas do executivo municipal e o veto total ao autógrafo 3241/2019 que tratava do dispositivo denominado “bueiro inteligente”.


O vereador Gideon Santos aprovou uma moção de aplausos aos pastores e pastoras do município pela “dedicação em levar o amor de Deus”.


O vereador Índio Silva indicou ao executivo municipal a iluminação das vielas entre a Rua Carazinho e Botucatu (Dom José) e a substituição das lâmpadas com coloração amarela por lâmpadas de coloração branca (LED) no Escadão situado entre as Ruas Águas de São Pedro e Rua Jundiaí.

 



(Assessoria de Comunicação)

ATIVIDADES

INSTITUCIONAL

IMPRENSA

  • cme.comunicacao@gmail.com
  • Telefone: (11) 4785-1568 Ramal 227/242
  • Coordenador de Comunicação: Alexandre Oliveira
  • Jornalista Assessor de Comunicação: Adilson Oliveira
  • Assessora de Comunicação: Gabriela Rocha
  • Estagiário: Matheus Lima Silva
  • Arquivo Fotográfico: Flick