Vereadores querem rompimento do contrato com empresa que administra os cemitérios municipais

Por | 4/04/2019

Vereadores pediram quebra de contrato com a empresa que administra os cemitérios alegando má administração e preços abusivos do serviço funerário
Foto:Alexandre / CMEMBU

Foi aprovado na manhã desta quarta-feira, dia 03, o requerimento que solicita ao executivo municipal o rompimento do contrato com a empresa que administra os cemitérios municiais. Críticas ao serviço prestado e o alto custo cobrado pela concessionaria endossou o pedido pelo requerimento. Além da pauta “cemitério”, os parlamentares também aprovaram 4 novos Títulos de Cidadão Embuense e uma Moção de Pesar pelo falemento do expositor Paulistinha. Várias indicações também foram aprovadas na ordem do dia.

Contrariados com os serviços prestados pela concessionária que administra os cemitérios da cidade, os vereadores se revesaram nas críticas a empresa, antes de aprovar o requerimento que pede a quebra de contrato.


“Os nossos munícipes não ganharam nada com essa privatização. Ao contrário, ganhou-se preços abusivos e maus tratos. Se fizermos uma comparação com o Cemitério Vale dos Reis e o Memorial [Paulista] a diferença pra você fazer [o enterro] no cemitério de alto padrão é de R$ 300 reais”, disse o vereador Ricardo Almeida antes da aprovação ao requerimento.


“Após essa concessão nós tivemos um grande retrocesso em questão ao tratamento ao povo embuense. Nós temos que buscar caminhos para a solução e apresentamos esse requerimento ao nosso prefeito Ney Santos. Eu tenho certeza que o prefeito irá tomar as medidas legais para que o povo embuense seja respeitado”, disse o presidente da Câmara, Hugo Prado.


O Vereador índio Silva também levantou a questão sobre o monopólio do serviço funerário na cidade. “Referente a questão do monopólio com a funerária, existe casos onde o parente [do falecido] tem um contrato com um serviço funerário particular e a funerária não pode vir atender por que já existe a funerária do cemitério. Isso não existe”, disse o vereador Índio Silva, favorável ao rompimento do contrato.


Ainda no Ordem do Dia os vereadores também concederam o Título de Cidadão Embuense ao Tenente Coronel da Polícia Militar pelo 36º Batalhão, Marcos Abondanza Vitiello. A homenagem é de autoria do vereador Edvânio Mendes. Edvânio também concedeu o Título ao Sr. Pedro Arnaldo Buk Forli.


O vereador Gideon Santos em parceria com o presidente da Casa, Hugo Prado, concederam o Título de Cidadã Embuense a Sra. Maria Nemezio da Silva, mais conhecida como Dona Ziza.


“O trabalho que ela faz lá no Jd. Silvia é admirável. Eu quero dar honra a senhora em vida por ser moradora há mais de 40 anos do Jd. Silvia”, disse o vereador Gideon Santos.


Os vereadores também concederam o Título de Cidadão Embuense ao deputado estadual pelo PRB, Gilmaci dos Santos Barbosa.


Lamentando a morte do expositor José Thomes Melo, conhecido como Paulistinha, os vereadores também aprovaram uma moção de pesar em sua memória.



INDICAÇÕES



O vereador Luiz do Depósito indicou ao executivo municipal a substituição das lâmpadas com coloração amarela por Led’s, com luz branca, nas vias “onde passa o transporte público em Embu das Artes”.


O vereador Joãozinho da Farmácia também indicou a substituição de lâmpadas com coloração amarela por luzes em Led. São as Ruas: Augusto de Almeida Batista; Basiléia, Beija-flor, Bem-te-vi, Bucareste, Curió, Florença, Lisboa, Estrada São José; Avenida das Pombas, Estrada de Constantinopla; Dos Canários e Dos Cisnes (Jardim Vazame). Ruas Estrada Antônio Oliveira, Bantus, Bororós, Cintas Largas, Dourado, Lambari, Nelores, Paiaguas, Pigmeus, Piracanjuba, Tabarana, Tilápia e Do Bagre (Jardim Santa Clara);


Ruas Baronesa de Itu, Barão de Iguape, Barão de Limeira, Barão do Rio Branco, Conde de Sardezas, Duque de Caxias, Libero Badaró, Marquês de Itu, Marquês de Paranaguá, Marquês de Pombal, Marques de Santo Amaro, Visconde de Cairu e Estrada dos Orquidófilos (Jardim Engenho Velho).


Ruas Amazonas, Coxim, Guaíba, Iguaçu, Japurá, Madeira, Solimões, Tapajós, Tiete, Xingu (Jardim Novo Campo Limpo);


Ruas Arizona, Chicago, Cleveland, Detroit, Havana, Horto Florestal, Estrada Itapecerica- Campo Limpo (de 528 à 1296-lado par), Estrada Itapecerica- Campo Limpo, Le Mans, Lima, Los Angeles, Manágua, Montreal, Nicarágua, Shelton, Silverstone, Estrada de Constantinopla (Jardim Julia).


Ruas Afrodite, Antônio da Paixão Solano, Apolo, Atena, Dionísio, Idalina Fernandes Cavalheiro, Poseidon e Benção (Bairro Jardim Vitoria).


Ruas Abel, Abraão, Caim, Daniel, David, Jair Amaro do Amaral, Josué, Messias, Moisés, Estrada Professor Candido Motta Filho, Salomão, Sansão, Santa Luzia e Sarah (Jardim Santa Luzia).


Ruas Adelardo Caiuby, Aleardo Carpi, Alfredo Volpi, Anita Malfati, Camila Álvares de Azevedo, Cássio M Boy, Cândido Portinari, Avenida Elias Yazbey, Emiliano Di Cavalcanti, Francisco Júlio de Castro, Georgina de Albuquerque, Lazar Segall, Lívio Abramo, Póla de Rezende, Quirino da Silva, Rebolo Gonzáles, Tarsila do Amaral, Thomaz Santa Rosa e Takaoka (Cercado Grande).


E Ruas Augusto de Almeida Batista, Ilha do Governador, Santa Lúcia, Estrada São José, Estrada São José, Estrada São Sebastião, Rua da Liberdade (Jardim Jurema).


Ruas Benedito Mariano, Florência, Estrada Keiichi Matsumoto, Mimi Simão, Estrada Moinho Velho e Rogério Gonçalves (Jardim Tomé). Para essas ruas o vereador Joãozinho contou com a coautoria do vereador Jefferson do Caminhão.

O vereador Bobilel Castilho solicitou a reforma de diversas escolas municipais.

São elas: escola Inês Cardoso, no Jd. Casa Branca, reforma da escola Jacarandá (Jd. Júlia); reforma da escola Jatobá (Jd. Castilho); reforma da escola José Arnaldo Mellone (Jd. Sílvia); reforma na escola José Carlos Gonçalves (São Marcos); reforma da escola Magali (Parque Industrial); escola Emiko Umeda (Itatuba); escola Nei Francisco Marcatto (Jd. Pinheirinho); escola Nei Isis Cristina (Vila Isis Cristina); Nei Jardim de Lourdes (Jardim de Lourdes); escola Nei Presbiteriana (Jd. Capuava); escola Nei Ressaca (Ressaca); Nei Tomé (Jd. Tomé); escola Nei Santa Tereza (jd. Santa Tereza); escola Nei Valo Verde (Valo Verde); Escola Vista Alegre (Jd. Vista Alegre); reforma da escola municipal Astrogilda de Abreu (Pq. Jane); escola Hermínio Espósito (Vila Olinda); escola Iodoque Rosa (Eng. Velho); reforma da escola Janaína Agostinho (Jd. Mimas); escola Marajoara (Jd. Santa Clara) e reforma da escola Rosa Cirelli (Jd. Santa Barbara).

Além das reformas indicadas, Bobilel solicitou ao executivo uma escola municipal de cursos profissionalizantes

Em parceria com o vereador Índio Silva, Bobilel também indicou ao executivo a reforma da escola municipal Dom José (Jd. Dom José); reforma da unidade escolar Nei Dom José (Dom José), Nei Jd. Da Luz e escola Delphina de Moraes (Jd. Santo Eduardo).

O vereador Gideon Santos indicou a implantação de abrigo de ponto de ônibus na Estrada Dona Maria José Ferraz Prado, na altura da entrada da Chácara Bartira; na Estrada Doná Maria José Ferraz Prado (Chácaras Ana Lúcia), e em frente Escola Estadual Iracema Bello.

Jefferson do Caminhão indicou a troca de iluminação pública da Av. Antônio Mory e Avenida Hélio Ossamu Daikuara em toda sua extensão, no Jd. De Lourdes.


O vereador Gerson Olegário indicou o recapeamento da Rua Vigo, no Jd. Do Colégio.

 

(Assessoria de Comunicação).

Comentários

Nenhum comentário até o momento

ATIVIDADES

INSTITUCIONAL

IMPRENSA

  • cme.comunicacao@gmail.com
  • Telefone: (11) 4785-1568 Ramal 227/242
  • Coordenador de Comunicação: Alexandre Oliveira
  • Jornalista Assessor de Comunicação: Adilson Oliveira
  • Assessora de Comunicação: Gabriela Rocha
  • Estagiário: Matheus Lima Silva
  • Arquivo Fotográfico: Flick