Vereadores participam do 1º Fórum de Meio Ambiente e Sustentabilidade; secretário apresenta conceito de SmartCity

Por | 6/06/2017

Professora Marcia Brandão palestrou no primeiro Fórum de Meio Ambiente realizado na cidade;
Foto:Alexandre Oliveira / CMEMBU

Realizado na noite dessa segunda-feira, dia 05, no Centro Cultural Mestre Assis, com a presença de secretários e vereadores da administração, o primeiro Fórum de Meio Ambiente e Sustentabilidade discutiu os problemas relacionados ao tema no mundo e como Embu das Artes está inserida nesse panorama. Doutora em Direito, atual integrante do corpo docente da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a professora Marcia Brandão Carneiro Leão foi a convidada para apresentar e discutir o tema; o secretário da pasta Pró-Habitação, João Ramos, também explanou sobre o uso do solo e ocupações irregulares na cidade.

Como proposta, o secretário da pasta de Planejamento, Daniel Castro, apresentou o conceito de SmartCity, e como a tecnologia pode ser usada para diminuir o impacto ambiental na cidade com seus constante crescimento. Preocupado com a renovação de recursos e no custeio de novas infraestruturas para o município, o vereador Índio Silva, que é presidente da Comissão de Meio Ambiente na Câmara, apresentou a proposta de uma Usina de Entulho e reciclagem para a cidade.

Convidada para palestrar sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcia Brandão, apresentou ao público do Fórum, grande parte alunos do 3º ano da Unidade Escolar Mosc, quais impactos o mundo vem sofrendo com o atual modelo de consumo e gestão dos recursos primários. Para a professora, o principal fator para o mal uso da fontes primárias do Meio Ambiente está na falta de educação ambiental da população como um todo, além do desconhecimento sobre uso de matéria prima não renováveis. “A gente precisa educar as pessoas. Num planeta morto não tem economia. É preciso ter limites”, disse a professora Márcia no início de sua palestra.

Para o secretário Daniel, da pasta de Planejamento, o conceito SmartCity pode contribuir para manter o atual crescimento do município, barateando seu consumo em fontes primárias, como uso inteligente de energia. “Há um projeto onde estamos estudando a colocação de dimmers de luz nos postes da cidade, ou seja, se não houver ninguém passando por aquele local o equipamento diminui a intensidade da luz, conservando sua potência e, consequentemente, economizando para o município”, citou o Secretário como uma das ações que envolve o uso de novas tecnologias na administração da cidade.

Daniel também citou a utilização do Drone, já incorporado na administração, como ferramenta importante no combate a habitações irregulares, desmatamento e outros impactos na proteção ambiental do município.

Como lembrou o secretário de Pró-Habitação, João Ramos, o município de Embu é composto por 60% de área de proteção aos mananciais e já tem considerado a verticalização uma das soluções para seu futuro crescimento urbano. “Nosso grande desafio é estabelecer um desenvolvimento harmônico entre todos os direitos. Nós fizemos a revisão do Plano Diretor e conquistamos uma Lei que nos permite verticalizar a cidade. Quando nós falamos na época em verticalizar, muitos criticaram mas só se eu parar e decretar uma lei: parem de ter filhos, parem de precisar de escola, parem de precisar de moradias, talvez se isso fosse possível a gente também poderia falar parem de construir”, explicou o secretário, que comparou Embu à cidade de Taboão com sua falta de espaços verdes por não haver áreas de proteção a mananciais.

Aluna do 3º ano da escola Madre Odette de Souza Carvalho (MOSC), Denise Pereira,  apresentou um poema sobre o tema Meio Ambiente e foi homenageada pelo secretário Daniel Cassio no Fórum. Ela é uma das escritora do livro “Abotoando Universo”, que está em sua 3º edição, feito pelos alunos do Mosc e que conta com a ajuda da prefeitura para sua publicação. Os alunos também idealizam o projeto “Horta nas Escolas”, buscando evidenciar o comprometimento do corpo escolar com o meio ambiente. “Estou um pouco nervosa, mas muito contente. São poucos alunos que você vê tendo uma chance de participar do primeiro Fórum de Meio Ambiente e eu acho isso muito gratificante”, disse.

O presidente da entidade Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE) também foi homenageado no Fórum e ganhou uma muda de arvores das mãos de Daniel Cássio.

Ao final do Fórum muitas perguntas do público presente foram respondidas.

 

Presente ao evento estiveram os vereadores: Bobilel Castilho, Daniboy, André Maestri e a vereadora Rosângela Santos. Diversos secretários da atual administração também marcaram presença ao Fórum.

 

 IMAGENS DO FÓRUM DE MEIO AMBIENTE

 1º Fórum de Meio Ambiente (2017)

 

 

Alexandre Oliveira / Assessoria da Câmara

Comentários

Nenhum comentário até o momento