Câmara comunica e lamenta morte do ex-vereador Spencer

Por | 5/10/2016

O ex-vereador presidente da Câmara e ex-vice-prefeito Spencer Filho
Foto:Guego/PMETEA

Ex-vereador e ex-vice-prefeito de Embu das Artes, Spencer Cezário de Oliveira Filho morreu nesta quarta-feira, dia 5, aos 65 anos, comemorados no dia 20 de setembro, de complicações pós-cirurgia no estômago, em hospital na região central de São Paulo. O corpo será velado e sepultado no Cemitério do Rosário (centro do município), mas o horário ainda não foi confirmado. Vereadores e funcionários da Câmara Municipal manifestam pesar à família e amigos de Spencer.

Radicado em Embu e filho de Spencer Cezário de Oliveira, um dos mais destacados vereadores do município (quatro mandatos), Spencer Filho passou a morar no bairro das Oliveiras, atual Parque Jane (região do Vista Alegre), e estudou o antigo ensino primário na Escola Estadual Maria Auxiliadora (centro). Em 1970, coordenou junto ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o Censo Demográfico na cidade. Ele era funcionário municipal aposentado.

Vereador na quinta legislatura, de 1977 a 1982, Spencer Filho presidiu a Câmara no último biênio, em 1981 e 1982, quando foi aprovada pelo Legislativo e sancionada pelo prefeito Joaquim Mathias de Moraes, o Quinzinho, a lei que tornou Embu e a japonesa Hino cidades-irmãs, em parceria de cooperação cultural-administrativa que se mantém até hoje. De 1989 a 1992, foi vice do prefeito Quinzinho. Em 2010, ele recebeu o título de "Cidadão Embuense".

Em 2014, Spencer Filho participou da inauguração pelo prefeito Chico Brito de terminal de ônibus no Jardim Mimás batizado com nome do pai, indicação do vereador Clidão do Táxi (PRB). Ele soube da morte do ex-vereador ao chegar à Câmara pela manhã e ficou consternado. "Ele passou por uma cirurgia e estava em recuperação. Ele era um grande amigo e contribuiu muito com Embu. É uma grande perda para a nossa cidade", lamentou Clidão do Táxi.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Comentários

Nenhum comentário até o momento