Câmara recebe retirada de veto a lei de patrimônio histórico

Por Assessoria de Comunicação | 1/09/2016

Sessão em que foi recebido ato do prefeito de retirada de veto a projeto de autoria de vereadores e foram aprovados títulos de cidadania
Foto:Adriana Monteiro/CMETEA

Vereadores de Embu das Artes receberam na sessão nesta quarta-feira, dia 31, o ato do prefeito Chico Brito de retirar o veto que tinha apresentado ao projeto de lei que prevê preservação do patrimônio cultural e natural do município, cria a Câmara Técnica de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Natural e institui o Fundo Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural. Outras matérias aprovadas foram a outorga de três títulos de cidadania de Embu.

Ofício do Executivo foi lido em plenário. "Venho por meio deste informar que foi encaminhado de forma equivocada o veto ao autógrafo 3.004 de 30 de junho de 2016, conforme anexo (lei nº 2928 de 25 de agosto de 2016", diz. O vereador Júlio Campanha (PRB), um dos autores, destacou que o prefeito "agora manda para esta Casa a lei no todo aprovada". Também autor, o presidente Ney Santos (PRB) agradeceu o prefeito "por ter respeitado este parlamento".

Os projetos de decreto legislativo aprovados, de autoria dos vereadores Ney Santos e Jefferson do Caminhão (PSDB), concedem o título de "Cidadão Embuense" aos pastores Sebastião Antônio Alves, Carlos Roberto Silva e Adilson Pereira da Silva. No grande expediente, a vereadora Rosana do Arthur (PMDB) cedeu a palavra a integrante da Associação dos Capoeristas de Embu que falou em fazer valer a lei 2.681/2013, que insere a capoeira no calendário de eventos da cidade.

O vereador Carlinhos do Embu (PSC) reiterou a necessidade de reunião com administração do pátio de retenção de veículos. Parlamentares debateram ainda o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e a posse de Michel Temer (PMDB) como novo presidente e as decisões da Justiça sobre as eleições municipais. Em razão de a próxima quarta-feira ser feriado da Independência do Brasil, a próxima sessão da Câmara foi anunciada para terça-feira, dia 6, às 9h.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Comentários

Nenhum comentário até o momento