Câmara vota moção de aplauso a juiz federal e regras na eleição

Por Assessoria de Comunicação | 28/03/2016

Público e vereadores na sessão no dia 23 em que foram aprovadas 4 matérias
Foto:Genildo Rocha/CMETEA

Vereadores de Embu das Artes aprovaram na quarta-feira, dia 23, um projeto de resolução que disciplina a veiculação de propaganda eleitoral para as eleições municipais neste ano nas dependências da Câmara Municipal e três moções, entre elas a de aplauso ao juiz federal Sérgio Moro, pela condução das investigações da Operação Lava-Jato contra corrupção na Petrobras. A homenagem teve nove votos a favor e três contra - dois parlamentares estavam ausentes.

Propositura polêmica pelo debate acalorado na Casa, a moção de aplauso a Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, foi aprovada pela maioria dos vereadores como homenagem a um juiz "capaz de enfrentar as mais altas cúpulas da corrupção no nosso pais, colaborando para que o Brasil seja realmente um país do futuro para as futuras gerações". Os parlamentares contrários apontaram que o magistrado tem atuado de forma parcial e seletiva sobre quem investigar.

Em relação às normas aprovadas durante a campanha à sucessão municipal, o plenário estabeleceu que a veiculação de propaganda eleitoral fica restrita aos gabinetes dos vereadores e fica proibido aos agentes políticos, servidores ou não, ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis do Legislativo como veículos e linhas telefônicas. As outras moções, de pesar, foram pela morte dos moradores Sabino Lima e Francisco da Costa.

A sessão teve também a posse de Antonio Eliseu de Almeida (PMDB), que voltou a assumir provisoriamente - depois de setembro do ano passado - a cadeira da vereadora Elisabete Alves Carvalho, a Dra. Bete (Pros), que teve aprovado em plenário pedido de licença por um mês por motivo de problema de saúde na família. Ex-Pros, o vereador Gilvan da Saúde anunciou em tribuna ter se filiado ao PR (Partido da República), no período legal de mudança de legenda.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

Comentários

Nenhum comentário até o momento