Câmara celebra 57 anos de Embu e homenageia protagonistas

Por Assessoria de Comunicação | 23/02/2016

Vereadores, prefeito, representantes de emancipadores, secretários municipais e público na sessão solene na Câmara
Foto:Genildo Rocha/CMETEA

A Câmara dos Vereadores realizou na quinta-feira, dia 18, sessão solene em comemoração aos 57 anos de emancipação político-administrativa, que reuniu cerca de 300 moradores, autoridades e convidados e foi marcada por homenagens aos emancipadores e a servidores públicos que engrandecem a cidade no presente. O presidente do Legislativo, Ney Santos (PSC), conduziu os trabalhos do ato festivo e recebeu o prefeito Chico Brito (PT), chefe do Executivo.

No início da sessão, Ney Santos entregou comenda a GCMs que realizaram um parto no Parque Pirajuçara e destacou que Embu sempre se fez de grandes homens e mulheres. "Sabemos que temos que melhorar mais a educação, a saúde, a segurança, mas o que não falta é boa vontade tanto do prefeito como dos vereadores para que as dificuldades fiquem para trás. É um desafio imenso continuar o trabalho que os emancipadores iniciaram 57 anos atrás", disse.

Edna Koch, filha do emancipador Carlos Koch, disse que Embu vive mais um dia festivo e de saudade pelos pioneiros que já partiram. "Talvez, estejam felizes, olhando o progresso da nossa cidade, olhando também as consequências, por exemplo, o trânsito, que está terrível. Mas hoje é dia de homenagens. Quero parabenizar nossa cidade e que as homenagens se transformem em luz e cheguem até os nossos emancipadores como todo nosso carinho", disse.

Além do presidente, vereadores saudaram Embu e a população. "Hoje é um dia de festa, de homenagear nossos antepassados, por quem tenho muito respeito. Vamos cantar parabéns para nossa cidade", disse Carlinhos do Embu (PSC). Edvânio Mendes (PT) disse sentir orgulho de Embu e que "nos quatro cantos temos projetos sociais". "Mas um em especial eu tenho orgulho de falar, o CEU Jardim Colégio, que tem beneficiado muitas pessoas da região", disse.

Clidão do Táxi (PC do B) lembrou o primeiro prefeito de Embu, Annis Bassith - representado na sessão pelo presidente da Acise, Batista Rodrigues. "Este homem foi um herói junto com os outros emancipadores por lutar para que Embu tivesse um destino independente de Itapecerica da Serra e hoje é uma cidade hospitaleira", disse. Gilson Oliveira (PT) exaltou as realizações do governo Chico Brito e fez coro ao slogan "Cidade premiada, orgulho de ser embuense".

Jefferson do Caminhão (PSDB) pregou união pelo desenvolvimento de Embu. "Continuemos unidos até o final do mandato e amando o povo de Embu, que merece nossa união", disse. João Leite (PT) garantiu que os vereadores continuarão "representando com muita responsabilidade a população" e pediu paciência diante das dificuldades. "A crise não é só aqui, é mundial. Mesmo assim, o nosso governo tem feito seu papel, entregando várias obras", disse.

Luiz do Depósito (PMDB) destacou que "em dois anos 200 empresas vieram para o nosso município, que está acreditando nesta administração que deu tão certo". Rosana do Arthur salientou a parceria de seu partido, PMDB, com o governo para as realizações na cidade. Doda Pinheiro (PT) pediu um minuto de silêncio pelos emancipadores, exaltou os artistas por projetarem Embu para o mundo e ressaltou as políticas públicas "que estamos implantando em Embu".

Chico Brito falou sobre os desafios da gestão no último ano de mandato, afirmou que por conta da queda de arrecadação de Embu o Vazame não voltará a ser pronto-socorro e que como prefeito sabe quais obras e melhorias ainda deve à população. Ele respondeu ao ex-prefeito Nivaldo Orlandi, que ao usar a tribuna criticou o governo, inclusive a desativação do PS. Ney Santos pediu que Orlandi ajude a "trazer mais verba para cá" para manter serviços essenciais.

Participaram da sessão também os vereadores Pedro Valdir (PSD) e Jabá do Depósito (PTC); a primeira-dama Daniela Brito; a primeira-dama do Legislativo, Elaine Santos; a ex-presidente da Câmara Maria das Graças, entre outros ex-vereadores; Luiz Medina, filho do emancipador Manoel Batista Medina (Nei); Bira do Assis, filho do artista Claudionor Assis, o Mestre Assis; José Clarisvaldo, presidente da Câmara de São Lourenço da Serra; e secretários municipais.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu das Artes)

Comentários

Nenhum comentário até o momento