Câmara lamenta morte do ex-vereador Paulo Roberto Vieira Xavier

Por Assessoria de Comunicação | 11/09/2015

Paulo Roberto Vieira Xavier - (1960/2015)
Foto:Assessoria

Morreu na noite de quinta-feira (10) o ex-vereador pelo município de Embu das Artes, Paulo Roberto Vieira. Ele estava internado há 50 dias no Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo) onde tratava de um tumor no fígado. Sua morte se deu devido a complicações da cirurgia realizada para retirar o câncer. Paulo estava internado na UTI do Icesp desde o dia 16 do mês passado. Ele descobriu a doença em março deste ano.


Suplente pelo PSBD, Paulo assumiu a vereança na 9° legislatura municipal, em junho de 1999, permanecendo no cargo por seis meses. Em pouco tempo de legislativo, teve papel de destaque presidindo uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) que cassou o ex-prefeito Oscar Yasbek à época.


Filho de Eunice Vieira Xavier e Antônio Xavier de Souza (ambos falecidos), Paulo era conhecido por seu jeito brincalhão e despojado. “Bom astral. Ele lutou muito por essa vida. Ele não se deixou dominar pelo câncer. Nesses 50 dias, teve só um dia que ele chorou”, contou emocionada sua irmã, Rosemary Vieira. Paulo era o 5° filho de nove irmãos.


Para o vereador Clidão do Taxi, que fez parte do processo que conduziu Paulo e outros à Câmara Municipal de Embu das Artes em 1999, Paulo era um bom amigo. “No ano de 1999 assumiu junto comigo a suplência dos vereadores, foram seis meses de trabalho. Um grande homem, liderança do Parque Pirajussara. Estamos todos muitos sentidos pela perca”, disse Clidão.


O vereador que também fez parte do processo de transição na Câmara, em 1999, Gilvan da Saúde lamentou a morte do amigo. “Era uma pessoa bacana de lidar. Atendia todo mundo. É uma perca muito grande para nossa cidade”, resumiu.
Para o presidente da Câmara Municipal, Ney Santos, a morte de Paulo é uma grande perda para o município. Ele já era pré-candidato pelo PSC, partido de Ney, a disputar novamente a vereança na cidade. “É uma grande perca para todos nós. Quando soube fiquei muito triste. Um amigo e uma liderança no Parque Pirajussara que se foi. Não tenho palavras. Sinto pela família e amigos”, disse o presidente da Câmara, Ney Santos.


Seu velório acontecerá na Câmara municipal, no plenário Mestre Gama. O enterro está programado para as 16h30 dessa sexta-feira (11) no cemitério Jesuítas. Paulo deixa esposa, dois filhos e seis netos.

Comentários

Domenica.xavier

Quando dizem que o primeiro amor de uma filha é seu PAI eu conconcor Ele foi minha primeira paixão, meu herói, meu companheiro ,um homem exemplar de qualidades inestimáveis. A última coisa que escultei do meu pai ao sair da ultima visita na qual ele estava conciente foi "Filha não esqueça nunca que eu amo muito você" e é isso que vou guardar,é o amor que tínhamos um pelo outro. PAI MEU PRIMEIRO AMOR &10084;