Câmara aprova três indicações e um projeto em sessão marcada por desabafo de vereador

Por | 10/09/2015

Vereador Gilvan da Saúde (PROS) comenta indicação que pede uma base da GCM no Jd. Vazame
Foto:Alexandre Oliveira

A 27° sessão ordinária, realizada nesta quarta-feira, dia 9, foi marcada pelo desabafo do vereador Doda Pinheiro (PT) sobre o drama vivido com sua família na última semana, quando assaltantes invadiram sua casa e roubaram pertences de sua esposa. O vereador comentou o fato em tribuna demonstrando insatisfação com o que denominou de “sensação de insegurança” no município. A noite de trabalhos contou com a aprovação de três indicações e o Projeto de Lei 44/2015 que havia sido retirado da pauta da última sessão após pedido de vistas pelos vereadores.


O Projeto de Lei aprovado autoriza o executivo municipal a alienar bem imóvel [terreno] na região do Jd. Santa Tereza a construtora Esecon.


O presidente do Legislativo Municipal, Ney Santos (PSC), em parceria com o vereador Júlio Campanha (PTB), entraram com uma indicação (65/2015) para a pavimentação e colocação de guias e sarjetas nas ruas: Mar Vermelho, Mar Cáspio e Mar Negro, localizadas no bairro Estância de Embuarama. “A população cresceu muito nos últimos anos e se tornou uma situação constrangedora agora para a população daquele local, poder fazer o transeunte ali na região”, disse Júlio em defesa da aprovação da indicação. O presidente da Câmara precisou se ausentar da sessão e não pode efetuar seu comentário sobre o tema.


Os vereadores também aprovaram a indicação 64/2015 que reivindica a instalação de uma Base fixa da Guarda Civil Municipal (GCM) em frente ao Pronto Socorro (PS) do Vazame. A indicação reforçou a questão de insegurança no município apontada por Doda. Os vereadores apoiaram a aprovação do pedido, se solidarizando a família do vereador Doda. “Na madrugada a PM disponibiliza apenas dois veículos para ronda em nossa cidade. Então eu acho que nós devemos se preocupar e irmos buscar explicações do comandante”, disse Jefferson que defendeu a aprovação da indicação parabenizando os vereadores proponentes: Gilvan da Saúde (PROS), Júlio Campanha (PTB), Drª Bete (PROS) e o próprio.


A vereadora Rosana destacou o sofrimento de uma vítima de assalto, dando como exemplo sua experiência há 15 anos. “Quando a sua esposa, anos e anos se passarem e ela dizer pra você que ela continua com medo, você pode ter certeza que é verdade. Eu passei isso há 15 anos e todos os dias quando eu abro o portão da minha casa eu relembro essa cena. Isso vai marcá-la para o resto da vida e é uma coisa que não consegue apagar. Mande meu abraço pra ela”, disse Rosana em solidariedade a esposa do vereador Doda que sofreu a tentativa de assalto em sua residência.


Os vereadores também aprovaram a indicação 66/2015 de autoria do vereador Edvânio Mendes que propõe estudos para a implantação de câmeras de monitoramento no centro expandido. Pela indicação, Edvânio ressalta o crescimento dos índices de violência, assaltos e pequenos furtos na região.

Comentários

Nenhum comentário até o momento