Vereadores aprovam três indicações e duas moções de pesar em sessão tranquila

Por Assessoria de Comunicação | 21/08/2015

A sessão desta quarta-feira, dia 19, foi marcada pela aprovação de três indicações, sendo duas de autoria do presidente da Casa, Ney Santos, para construção de duas praças com área de lazer nos bairro Jd. Da Luz (61/2015) e Santa Tereza (62/2015), e uma (60/2015) em coautoria entre os vereadores Gilvan da Saúde e Júlio campanha que solicitaram a instalação de uma Base fixa da GCM no bairro Jd. São Marcos. Os vereadores também aprovaram duas moções de pesar pelo falecimento da servidora pública, Maria Dilza Xavier, e do Sr. Edivaldo Cavalcante Lima. A sessão também contou com a aprovação do Projeto de Resolução 07/2015 e o Projeto de Lei 41/2015.


Presidente da Câmara, Ney Santos, comenta sua indicação sobre implantação de Praça no Jd. da LuzOs vereadores que estiveram presentes ao plenário na 24° sessão ordinário do ano votaram três indicações, sendo duas apresentadas pelo presidente da Câmara, Ney Santos, e uma pelos vereadores Gilvan da Saúde e Júlio Campanha, em coautoria.


O presidente da Casa, Ney Santos, solicitou ao executivo municipal a instalação de uma praça que beneficie a comunidade do bairro Jd. Santa Tereza. A indicação 62/2015 trata da possibilidade de utilização de um terreno na Rua José Mendes Ferreira, próximo ao campo João Marreta.


Já a indicação 61/2015 solicita uma área de lazer para o bairro Jd. Da Luz, que de acordo com a vereadora Drª Bete, carece de espaços público devido seu loteamento. Segundo o propositor da indicação, Ney Santos, a demanda foi sugerida pelo líder de bairro Betinho. “Agradeço ao Betinho e todo o pessoal do Jd. da Luz que estão aqui hoje. Isso mostra a força de vontade que você [Betinho] tem com o povo daquele bairro. Reforçar a indicação da Drª Bete, que fez em 2011, e assim cobrarmos do prefeito maior empenho e maior urgência nessa praça, até porque a população está carente principalmente ali de tudo isso”, disse Ney Santos.


Pela indicação é citada uma “área propícia” ao lado da Escola Estadual Jardim da Luz que poderá servir de área de lazer para os moradores daquela localidade. A vereadora Drª Bete acrescentou a discussão que há a necessidade de ampliar as áreas públicas no município para a instalação de serviços públicos e praças de lazer. “Antigamente os loteamentos eram feitos e não era deixado nada para área de lazer e o Jd. da Luz é um bairro desses. Ele foi feito e não tem espaço nenhum pra fazer nada público. Tem só esse pedacinho, essa esquina na Rua Erechim. Eu pedi em 2011 e o prefeito ainda não fez, mas em compensação ele fez aquela lá em baixo na Rua Botucatu que o pessoal consegue usar do Jd. da Luz. Acho até legal a gente reforçar isso para os novos loteamentos”, disse.


A outra indicação da noite aprovada pelos vereadores (60/2015) trata da disponibilização de uma base comunitária fixa na região do Jd. São Marcos, São Francisco. Jardim dos Moraes e Colégio, sendo suas atividades 24hs por dia.  A indicação foi apresentada pelos vereadores Gilvan da Saúde e Júlio Campanha.



Moções de Pesar e Projetos


O vereador Doda Pinheiro (PT) e o presidente do legislativo, Ney Santos (PSC), também aproveitaram o expediente do dia para apresentar duas moções de pesar pelo falecimento a servidora pública Maria Dilza Xavier e o morador Sr. Edivaldo Cavalcante Lima.


Doda apresentou a moção 43/2015 que destaca a servidora pública que atuava na secretaria de Educação e era Ministra da Eucaristia da Paróquia Cristo Ressuscitado. “Dilza Xavier S. Fabiano exercia trabalhos voluntários na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, participava do Projeto Social do Banco de Alimentos e distribuía sacolas para as famílias carentes da comunidade”, diz trecho da Moção.


Já o presidente da Câmara, Ney Santos, destacou a pessoa de Senhor Edivaldo Cavalcante Lima pela moção de pesar “por sua conduta irrepreensível e sua dedicação à família”, diz trecho da Moção.


A noite também contou com a aprovação do Projeto de Resolução 7/2015 permitindo a Câmara a devolução de bens à administração municipal. O projeto de Lei 41/2015 sobre dotação orçamentária também foi aprovado pelo plenário.

Comentários

Nenhum comentário até o momento