Comandante é cidadão de Embu; apoiado, vereador repudia site

Por Assessoria de Comunicação | 8/06/2015

Vereadores e público na sessão em que um projeto de concessão do título de "Cidadão de Embu de Artes" foi aprovado
Foto:Adilson Oliveira/CMETEA

A sessão da Câmara de Embu das Artes na última quarta-feira, dia 3 de junho teve votação de um projeto de decreto legislativo. Os vereadores aprovaram o título de “Cidadão Embuense” a Dirceu Alves da Silva, comandante da Guarda Civil Municipal. Vereadores também falaram sobre abordagem de um site a votação de indicação voltada aos evangélicos, maioridade penal e visita de alunos ao Legislativo, além de desejar pronto restabelecimento ao secretário de Educação.

Edvânio Mendes (PT), autor do projeto, destacou que Dirceu está à frente da GCM desde que foi criada, em 2003 (governo Geraldo Cruz-PT). “O comandante Dirceu tem um histórico inegável de dedicação e seriedade, comprometido com uma Guarda, não como polícia, mas comunitária, de relação humana com a população”, disse. Ele salientou que “éramos a segunda cidade mais violenta do Estado, e hoje o índice de violência é outro devido ao trabalho dele na cidade”.

Doda Pinheiro (PT) repudiou postagem de um site de Itapecerica da Serra de que o vereador é contra os evangélicos “simplesmente por ter termos discutido uma indicação que, por sinal, foi aprovada por todos os vereadores em plenário”. “Não vejo motivo para este veículo vir falar mentira em rede social. Enfatizo que tenho muito respeito pelos evangélicos”, disse Doda. Luiz do Depósito (PMDB), Clidão do Táxi (PC do B) e João Leite (PT) se solidarizaram com o parlamentar.

Luiz do Depósito ressaltou posição do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, do mesmo partido a que pertence, de colocar em votação neste mês de junho projeto de lei de redução da maioridade penal. “Estamos torcendo para que passe o mais rápido possível para 16 anos, o povo está clamando por mudança nas leis”, disse. Em sessões passadas, o tema gerou intenso debate com divisão de opiniões entre vereadores favoráveis e contra a medida.

Rosana do Artur (PMDB) destacou a visita de cerca de 50 alunos no 2º ano do ensino médio da escola estadual Ede Wilson Gonzaga, no Jardim São Luiz, à Câmara, no dia 2, em iniciativa do Legislativo chamada “A Casa é Sua”. “Parte do projeto coordenado pelo professor Igor [de Campos] era conhecer o espaço físico da Câmara, como se cria um projeto. Foi muito interessante, os alunos fizeram tantas perguntas que não deu tempo de responder tudo”, contou.

Doda Pinheiro, Clidão do Táxi e o presidente Ney Santos (PSC) expressaram desejo de recuperação da saúde do secretário Paulo Vicente dos Reis (Educação), que teve um mal súbito, socorrido ao Pronto-Socorro Central e foi para casa na própria quarta. “É cansaço de muito serviço, este homem trabalha muito, sai cedo da casa dele e volta 10 e meia, 11 da noite”, disse Clidão. “Ele é um secretário que tem trabalhado muito, a gente vê isso no dia a dia”, disse Ney Santos.

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Comentários

Nenhum comentário até o momento