Projeto da Jorge de Souza e corredor empresarial é apresentado para os vereadores de Embu das Artes

Por Assessoria de Comunicação | 29/04/2015

O gerente da Embu S/A e presidente da ACISE Batista apresenta o novo projeto da avenida vereador Jorge de Sousa e do futuro corredor empresarial.
Foto:Genildo/ assessoria

Os vereadores presidente da Câmara Ney Santos, Clidão da Táxi, Jeffeson Siqueira, Carlinhos do Embu e a vereadora Rosana Almeida, estiveram na empresa Embu Concreto no bairro de Itatuba para conhecerem o novo projeto da avenida vereador Jorge de Souza, onde deverá ser a principal ligação ao novo corredor empresarial do município e dessa forma, a cidade ser vitrine para novas e grandes empresa que devem se instalar no município gerando renda e empregos para os moradores da cidade e região.

O presidente Ney Santos em comitiva com os demais vereadores foram conhecer de perto o projeto, pois algumas dessas mudanças ainda devem ser aprovadas na Câmara Municipal.

“ Toda e qualquer mudança que for necessária nesse projeto a Câmara estará a disposição. Um projeto dessa magnitude trará desenvolvimento para nossa cidade, gerando emprego para nosso povo, ressaltou o presidente Ney Santos”

O projeto da avenida vereador Jorge de Souza, foi iniciado em 2010 que previa o alargamento do viaduto sobre a via, e não havia ainda o binário que apareceu depois próximo do Fórum, sendo o novo projeto finalizado em 2013 e entregue para prefeitura.

Esse projeto foi idealizado em meados de 2011 após a revisão do Plano Diretor, e foram feitos pré-projetos e estudos para essa implantação, porém alguns anos depois a dificuldade na execução está no transito caótico que é formado e tendo a ficar pior com o inicio das obras de duplicação da avenida Jorge de Souza, dessa forma é pensada uma estratégia para minimizar os efeitos durante a obra.

"O inicio previsto para maio ou junho deste ano o alargamento da avenida Jorge de Souza viu-se que tornaria um impacto muito grande para nós moradores tanto do Itatuba como do Vale do Sol. Hoje você já tem uma estrada com um caos total e não conseguem acessar a BR", afirmou Batista gerente e presidente da ACISE.

O projeto da Jorge de Souza tem outro gancho que é o projeto de ligação Itatuba a Rodovia Régis Bittencourt, que de acordo com o Sr. Batista, esse é um grande projeto que tem ligação com a idéia do corredor empresarial, que traz benefícios e a valorização da cidade e aceleração nas oportunidades de empregos.

Em 2012 esse projeto foi orçado entre 30 a 40 milhões, com uma estrutura que poderia alcançar o objetivo, que é ter uma infra estrutura capaz de possibilitar um grande o desenvolvimento para Embu e região. No entanto, hoje a realidade é outra, após diversos pré-projetos e desenvolvimento das idéias e metas iniciais, Sr. Batista afirma que seria um custo de R$ 8 milhões para o alargamento da avenida Jorge de Souza e da estrada de ligação de Itatuba com a BR 116, não tem um valor definido mas estima-se em R$ 10 milhões de reais.

Questionado com relação a prazos, ele adianta que a previsão é que até o final deste ano de 2015 a obra da estrada seja viabilizada. Existe também a preocupação em fazer as melhorias sem a necessidade de corte de vegetação.

O presidente da ACISE José Batista Rodrigues ressaltou que a parceria com os empresários da região por intermédio da prefeitura de Embu das Artes será fundamenta pra conclusão do projeto. Alguns dos colaboradores são Roberto Terassi, o presidente da ACISE, Embu S/A (Pedreira), BBB, dentre outras. Além disso, a prefeitura ainda convida demais empresários que tenham interesse em dialogar com relação ao projeto, para esse consórcios de empresas e a prefeitura entra com o desenvolvimento da parte legal.

 

Comentários

Nenhum comentário até o momento