Sem projeto em pauta, Câmara indica criação de escola municipal de música

Por Assessoria de Comunicação | 2/10/2014


Foto:

Em sessão de cerca de uma hora e sem projeto de lei em pauta, a Câmara de Embu das Artes aprovou nesta quarta-feira, dia 1º de outubro, uma indicação, pela implantação de escola de música no município, além de duas moções. A 30ª sessão precedeu as eleições neste domingo, que monopolizaram os pronunciamentos dos membros do Legislativo com votos de êxito aos candidatos da região, em especial aos três vereadores que também disputam o pleito - João Leite (PT), Júlio Campanha (PTB) e Luiz do Depósito (PMDB).@@

A vereadora Dra. Bete (Pros) apresentou a indicação para implantação pelo prefeito Chico Brito (PT) da Escola Municipal de Música de Embu das Artes em vista de que no dia 17 de setembro a Câmara regulamentou lei (nº 2769) que prevê a organização e modernização da banda municipal. Ela também considerou a reformulação e planejamento dos programas culturais da cidade e que as crianças, adolescentes e jovens já atendidos em cursos dos núcleos de cultura poderão ser contemplados, com mais aulas durante a semana.


"Como foi reestruturada a banda municipal, agora no centro cultural vamos poder ter escola de música. Não para a criança ir lá uma vez por semana, praticar o instrumento e ir embora para casa, mas que vá de três a quatro vezes por semana para fazer a aula. Ela pode se transformar num profissional e sair do Embu para o mundo", explicou Dra. Bete. Ela disse que a matéria não determina a criação, mas conta que o Executivo atenda e implante. "É uma indicação, mas é um projeto muito bom que espero que o prefeito receba", falou.

João Leite parabenizou a vereadora pela indicação e disse que "para o povo ainda faltam oportunidades". "Quando você dá oportunidade, as pessoas agarram. É isso que a gente tem que fazer pela sociedade, principalmente pelo jovem, para que tenha ocupação e dela possa atingir o objetivo de ter sucesso na vida", afirmou. Já o vereador Carlinhos de Embu, como líder da bancada do PSC na Câmara, retirou da pauta outra indicação prevista na ordem do dia, do colega Ney Santos, que não estava presente, por motivo de saúde.

As duas moções votadas foram de pesar, pelas mortes das munícipes Guiomar de Campos, que residia no centro de Embu e que faleceu no último dia 27, aos 90 anos, de autoria do vereador Clidão do Táxi (PC do B), e Valdelice Azevedo de Carvalho, moradora do Parque Pirajuçara, que faleceu no dia 30, aos 65 anos, apresentada pelo vereador Edvânio Mendes (PT). As famílias receberão os documentos legislativos em reconhecimento às duas cidadãs que contribuíram com a sociedade embuense.

VEJA GALERIA DE FOTOS DA 30ª SESSÃO

(Adilson Oliveira - Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Comentários

Nenhum comentário até o momento