Ouvidoria realiza audiência e números do 1° semestre são apresentados na Câmara

Por Assessoria de Comunicação | 14/08/2014


Foto:

O ouvidor geral do município, Marcos Rogério Foresto, esteve na tarde de quarta-feira, dia 13, no plenário da Câmara Municipal de Embu das Artes apresentando os números do primeiro semestre da Ouvidoria do município. Segundo Foresto, desde sua criação, em abril de 2009, a ouvidoria já registrou mais de 12 mil solicitações de munícipes em diversas ocorrências.@@

Como apresentou o ouvidor para cerca de 30 pessoas no plenário, além dos vereadores Gilvan da Saúde (PROS), Clidão do Taxi (PCdoB), Edvânio Mendes (PT), Pedro Valdir (PSD), Carlinhos (PSC), do Presidente da Câmara, Doda Pinheiro (PT) e da vereadora Rosana (PMDB), o trabalho desempenhado pela Ouvidoria vem contribuindo com o crescimento na melhora do desempenho sobre as Secretarias e os departamentos do serviço público ofertados na cidade.

Segundo Rogério, cada departamento público tem seu interlocutor que recebe as demandas identificadas pelo canal da Ouvidoria e têm o prazo de 20 dias úteis para responder a solicitação encaminhada. "Muitas vezes a resposta não é aquela que o morador quer ouvir, mas ela tem o direito a essa resposta", explicou Foresto.
De acordo com os dados demonstrados, o mês de abril deste ano foi o período com menos solicitações do semestre, com 77 ocorrências. Os dois primeiros meses do ano superaram a marca de 190 solicitações atendidas. No quadro geral do primeiro semestre de 2014, 894 solicitações já foram registradas.

A Secretaria que mais recebe ligações pela Ouvidoria é a pasta de Saúde do município. Segundo Foresto, o número de intervenções não corresponde somente a reclamações. "A maioria é reclamações, mas o número de solicitações e elogios vem aumentando", disse.

De acordo com o ouvidor, o tamanho da Secretaria é determinante sobre o acionamento da Ouvidoria. "Temos recebido muitos elogios em relação aos médicos cubanos. Eles atendem muito bem", frisou.

Ainda segundo Rogério Foresto, a região central do município corresponde pela maior público que busca contato com a ouvidoria na mediação de ocorrências. "Acreditamos que devido a maior divulgação na região central tenha levado a esse número", disse.

A Ouvidoria Municipal pretende como meta para o segundo semestre deste ano prestar contas de suas ações em diversos pontos da cidade, como ação itinerante, além da criação de uma cartilha detalhando os diversos serviços públicos no município e como acioná-los. "O munícipe não têm que sofrer para chegar a uma demanda, a aquilo que ele precisa", enfatizou Foresto na Câmara.


As Secretarias da administração municipal que mais receberam contatos mediados pela Ouvidoria foram:


1° Saúde = 247
2° Serviços Urbanos = 176
3° Trânsito = 135
4° Semadu = 116
5° Administração = 54
6° Educação = 36

Comentários

Nenhum comentário até o momento