Nota de pesar: morre Manoel Batista Medina, emancipador de Embu das Artes

Por Assessoria de Comunicação | 13/05/2014


Foto:

Morreu na tarde desta terça-feira, dia 13, o emancipador e ex-vereador do município de Embu das Artes Manoel Batista Medina (Sr. Nei como era conhecido). Ele estava internado no Hospital Geral do Pirajussara (HGP) devido a complicações de uma pneumonia. @@

A causa da morte ainda não foi oficializada pelo hospital, mas de acordo com seu filho Tarcisio Medina, ele apresentava complicações respiratórias há uma semana, sendo medicado no Pronto Socorro Central (PS) do município, até sua transferência nesta segunda-feira, dia 12, ao HGP.

O corpo de Medina será velado na Capela São Lazaro durante toda a noite desta terça-feira, por amigos e familiares. O enterro está previsto para amanhã, quarta-feira, dia 14, no Cemitério do Rosário (centro), às 16h. Manoel Batista Medina completava 87 anos. Viúvo, deixa quatro filhos.

A Câmara Municipal de Embu das Artes externa pesar a amigos, parentes e familiares de Medina, importante nome no cenário político da cidade. Medina integrou a primeira diretoria da Associação Cívica de Embu, eleita em 13 de maio de 1958, que idealizou a emancipação do município.

Ele também fez parte da primeira legislatura municipal, empossada em 1° de janeiro de 1960, com Annis Neme Bassith como prefeito na ocasião. Medina foi vereador do município por quatro legislaturas (1960-63/1969-1972/1973-76 e 1977-1982), sendo também presidente desta Casa Legislativa em várias ocasiões.

Recentemente, seu irmão, o emancipador João Batista Medina, também faleceu, aos 81 anos.

(Alexandre Oliveira - Assessoria de Comunicação).

Comentários

Nenhum comentário até o momento