Vereadores autorizam repasse financeiro à associação do Isis Cristina; Doda e Ney Santos fazem parceria inusitada

Por Assessoria de Comunicação | 26/02/2014


Foto:

Na 4° sessão ordinária da Câmara Municipal de Embu das Artes, realizada na quarta-feira, dia 26, quatro projetos de Leis encaminhados pelo executivo em regime de urgência foram aprovados por unanimidade. Um Projeto de Lei Complementar (PCL) também ganhou o parecer favorável dos vereadores.@@

Como destaque, os vereadores aprovaram a concessão de aditamento de recursos financeiros a associação dos moradores de bairro Isis Cristina. Projeto de Lei 13/2014 autoriza o executivo à abertura de crédito especial de R$ 365 mil à entidade.

Outro projeto de Lei aprovado (02/2014) trata sobre a alteração do anexo I da Lei Complementar N° 200, de 15 de fevereiro de 2013, que defini a estruturação do quadro de funcionários em comissão do executivo municipal.

Projeto de Lei 01/2014 também aprovado por unanimidade pelos vereadores autoriza o executivo municipal a executar alienação de Bens Móveis mediante leilão público. De acordo com o texto do projeto, a prefeitura municipal dispõe de vários veículos que estão parados devido ao alto custo de manutenção.

Parceria inusitada


A descontração da noite ficou por conta da indicação 04/2014 de autoria conjunta dos vereadores Doda Pinheiro (PT) e Ney Santos (PSC), base governista e oposição, respectivamente. Doda e Ney Santos indicaram estudos técnicos e orçamentários para a viabilização da reforma da escola municipal Amilton Suga Galego, no Jd. Valo Verde.

Inusitado, os vereadores que compõem a base do governo brincaram com a nova "parceria".

Não perdendo a piada, o vereador jabá do depósito (PTC) brincou com o colega da oposição, Ney Santos, de que ele seria bem vindo no governo. "Eu me sinto contemplado pela indicação dos nobres vereadores não só pela obra, porque além da obra da escola temos várias barreiras, mas eu me sinto feliz porque além da obra, que é um presente para o Valo Verde, nós temos aqui o mais novo vereador da base Ney Santos", brincou.

Os vereadores acompanharam a brincadeira e parabenizaram a parceria e o teor da indicação.


Presidente da Câmara repudia ação da PM em protesto



O presidente da Casa de Leis do município, Doda Pinheiro (PT), repudiou a ação da PM diante o protesto feito por moradores vizinhos a Câmara Municipal, que na noite de terça-feira (25) atearam fogo em uma barricada montada na Rua Marcelino Pinto Teixeira como protesto após verem suas casas tomadas pela enchente do córrego João Cachoeira.

Doda que não acompanhou a manifestação, soube do ocorrido por meio de servidores da Câmara e tratou de qualificar a ação da Polícia Militar como desqualificada e desproporcional. "A PM veio dar suporte e devido o fogo mandou a Tropa de Choque agir. E tinha muito mais policiais militares do que moradores na ação", disse.

O presidente da Câmara destacou a condução da negociação sem uso da força bruta pelo delegado Pedro Arnaldo Buk Forli, da delegacia Central de Embu das Artes, junto aos moradores que reivindicavam a presença de autoridades municipais no local. "Eu quero destacar aqui o papel do Doutor Pedro Buk que foi fundamental para que as famílias não sofressem a repressão da Polícia Militar, que é muito mal preparada", enfatizou.


(Alexandre Oliveira ? Assessoria de Comunicação)
 

Comentários

Nenhum comentário até o momento