Caixa Federal promete melhorar serviços após reunião com Vereadores

Por | 9/09/2010


Foto:


quarta-feira, 3 de março de 2010


O superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Fernando Cera, reuniu-se com presidente da Câmara, Prof. Silvino e os vereadores de Embu nesta quarta-feira, 03 de março, durante a Sessão Ordinária, para apresentar as novas propostas de atendimento ao público na Agência de Embu, localizada na Rua Emancipação, região central da cidade.


Os 13 vereadores participaram do encontro, realizado na sala dos Emancipadores, onde são realizadas as reuniões da Comissão Mista Permanente. Segundo o representante da CEF, o banco injetou 103 milhões de reais na economia de Embu durante o ano de 2009. Além disso, foi ampliado o atendimento aos Servidores Públicos Municipais, e hoje existem 4243 contas de servidores públicos, além das contas específicas para os temporários das Frentes de Trabalho e os adolescentes do ProJovem, totalizando mais de 5.600 contas.


Esta nova modalidade de serviço teria sobrecarregado a agência nos primeiros meses, mas agora os serviços já estão sendo normalizados, segundo informou o Sr. Fernando Cera. O representante da CEF disse acatar com naturalidade a Moção de Repúdio do vereador Luiz Calderoni (PMDB), que no mês de fevereiro criticou fortemente o atendimento daquele e de outros bancos instalados na cidade, por causa das enormes filas, do mau atendimento aos clientes, entre outras reclamações. Fernando disse que a CEF na virada do ano passou por uma greve de bancários, que agravou os problemas no atendimento, mas agora a tendência geral é de sensível melhora nos serviços.


Os vereadores Júlio Campanha (PTB), Didi, João Leite, e Ná (PT), Proença (PSDB) e Milton do Rancho (PMDB) fizeram uma série de reclamações com relação a portas giratórias, assaltos, falta de sanitários e assentos nas agências, além do não atendimento especial a idosos e aposentados, por exemplo, além do aumento no número de caixas. A maior reclamação foi com relação à triagem na porta das agências, feita por funcionários despreparados, que acabam expondo clientes ao risco de assaltos.


O superintendente informou que cobrará da gerência local de Embu um atendimento melhor e novas modalidades de serviços, como sanitários, acomodações com assentos para evitar filas em pé, melhor treinamento dos funcionários para atendimento ao cliente. Quanto ao número de caixas para o atendimento ao público, Fernando Cera disse que depende de autorização superior, já que o ingresso de novos funcionários na Caixa Econômica Federal depende de concurso público.


O presidente da Câmara, vereador Silvino Bomfim (PT), agradeceu a presença do superintendente da CEF, e disse esperar “um avanço na melhoria do atendimento da Caixa, pois com certeza vocês tem competência para isso”, afirmou.

Comentários

Nenhum comentário até o momento