Câmara apóia ações em prol das crianças embuenses

Por | 6/10/2010


Foto:


Durante o evento, realizado na sede do legislativo, Silvino lembrou o importante trabalhado da Pastoral da Criança no Embu. “A verdadeira emancipação de um povo só tem sentido quando suas crianças têm uma vida digna”, disse. Na ocasião foram entregues medalhas de honra a 12 voluntários que trabalham nas pastorais da cidade.

Segundo o coordenador da Pastoral da Criança da Diocese de Campo Limpo, Francisco Cantuário, Embu tem hoje 500 voluntários que atendem a mais de 1.600 famílias e representam quase um terço do número de pessoas que atuam na pastoral em toda a diocese.

Para se ter uma idéia, em 1990, a cada mil crianças nascidas no município, 56 morriam antes de completar um ano de idade. Hoje a taxa de mortalidade infantil de Embu é de 11,7; menor até mesmo que a taxa do Estado de São Paulo, de 12,6.

“O trabalho das paróquias no Embu com certeza contribuiu muito pra reduzir a mortalidade das nossas crianças”, disse o padre Robson, da paróquia de Santa Inês, localizada no Jardim São Luis.

A entrega das medalhas foi a forma encontrada pela Câmara para homenagear o trabalho de Zilda Arns, morta em janeiro durante missão no Haiti. A médica pediatra e sanitarista esteve na cidade, quando recebeu, na Câmara Municipal, o título de cidadã embuense, oficializado através do decreto legislativo 73/2001.

Durante a solenidade da última quinta-feira, a vereadora Maria Cleuza Gomes (Ná) fez ainda uma homenagem ao povo embuense. “Hoje é um dia de festa em que estamos celebrando o bonito trabalhado feito por essas seguidoras e seguidores de Zilda. Agradeço a esse povo batalhador e guerreiro de Embu”, disse.

Silvino também destacou a importância do trabalho desses voluntários, sem os quais não seria possível ajudar a tantas pessoas. “Não podemos esquecer que as crianças são de nossa inteira responsabilidade”, ressaltou.

O prefeito da cidade, Chico Brito, também homenageou os responsáveis pela fundação da cidade e a Pastoral da Criança no Embu. “A gente tem que reconhecer a importância do que estamos fazendo aqui em nossa cidade. A Pastoral da Criança é coisa nossa”, disse, lembrando que os voluntários do Embu não fazem apenas um mero trabalho técnico para reduzir a mortalidade infantil. “Não se trata apenas do soro e da multimistura. Nossos voluntários oferecem ainda uma coisa fundamental que é o respeito e o carinho, o que levanta a auto-estima das famílias embuenses”, disse.

Fundada em 1983 no âmbito da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral da Criança vem reduzindo a mortalidade infantil no Brasil e em outros 20 países onde foi implantada.

Primeiro prefeito de Embu homenageia emancipadores

Também durante o evento ocorreu a tradicional homenagem aos emancipadores de Embu representados no evento por Annis Neme Bassith, primeiro prefeito de Embu, Manoel Batista Medina, vereador da primeira legislatura e ex-presidente da Câmara, João Batista Medina e Heliodora Pescuma Koch, única mulher emancipadora.

Entusiasmado com os novos rumos da cidade, Annis Neme Bassith aproveitou também o momento para pedir um minuto de silêncio em homenagem aos emancipadores já falecidos. “Quando aconteceu a emancipação nós tínhamos esperanças de que Embu alcançasse o mais alto nível de progresso e hoje vemos que nosso município começa a mostrar sua cara”, comemorou.

O secretário de governo do município, Paulo Giannini também enalteceu a história de criação da cidade e o trabalho desenvolvido pelos voluntários embuenses homenageados. “A emancipação é um ato contínuo e não apenas um marco do passado. Ela é acima de tudo um exercício de cidadania”, disse. “A emancipação está viva no dia-a-dia, na luta de cada um de nós”, completou.

Durante o evento o prefeito Chico Brito fez ainda uma apresentação sobre suas ações de governo em 2009.

Também estiveram presentes no evento o vice-prefeito Nataniel da Silva Carvalho, vereadores, secretários municipais, lideres comunitários e autoridades militares, civis e eclesiásticas.

 

(Assessoria de Comunicação – Câmara Municipal de Embu)



Comentários

Nenhum comentário até o momento