Câmara de Embu aprova projeto ‘Colhendo Sustentabilidade’, de incentivo à agricultura urbana

Por Assessoria de Comunicação | 6/10/2010


Foto:

que se destina a “analisar a situação da agricultura urbana, promovendo a sensibilização, mapeamento e educação para o uso do solo; coordenar as técnicas agroecológicas de plantio e manejo de horta e lavoura comunitária; capacitar representantes das famílias em técnicas e práticas de plantio e manejo agroecológico e em produção; integrar os beneficiados do Banco de Alimentos aos benefícios do projeto”, entre outras atividades.


O Convênio tem o valor total de R$ 140.148,00 (cento e quarenta mil, cento e quarenta e oito reais). A Comissão Mista Permanente da Câmara, presidida pela vereadora Ná (PT) deu Parecer Favorável à aprovação da lei, considerando que o Projeto “Colhendo Sustentabilidade” é um meio de incentivar a agricultura urbana no Município de Embu, sendo que já é praticado desde 2008 no Bairro do Itatuba e no Parque Francisco Rizzo, e que nesta nova etapa o Convênio será estendido a vários bairros, tais como Jardins Pinheirinho, Vista Alegre, Capuava, Valo Verde, entre outros.

O vereador Júlio Campanha (PTB) parabenizou os colegas pela aceitação do projeto em regime de urgência, elogiou o prefeito Chico Brito e também a equipe da Secretaria de Meio Ambiente do Município. Diz que recente estudo de uma universidade americana aponta a existência de uma epidemia de obesidade no mundo em decorrência de maus hábitos alimentares. Também referiu-se à questão climática e à necessidade do desenvolvimento sustentado. Leu parte de um artigo da revista Planeta (de 2010), denominado ‘Colhendo Sustentabilidade’, e terminou dizendo que mais uma vez o governo municipal do prefeito Chico Brito, por se tratar de um governo sério e responsável, toma a iniciativa de promover uma melhor qualidade de vida à nossa população, através deste projeto de parceria com a Sociedade Ecológica e de muitos outros aqui já apresentados.

O presidente da Câmara, Silvino Bomfim (PT) agradeceu a presença do Sr. Bruno, coordenador do Projeto de parceria com a Sociedade Ecológica, da Sra. Celina Nagata, Secretária Adjunta de Meio Ambiente, e especialmente agradeceu aos vereadores que tiveram a magnanimidade de comparecer à Sessão Extraordinária para votar o projeto do Executivo Municipal.

Porém, o presidente lamentou que o Sr. Secretário de Meio Ambiente, João Ramos, não tenha comparecido pessoalmente à sessão para acompanhar a votação de um projeto de lei de seu próprio interesse. Alertou também que, a partir de agora, a Câmara Municipal irá solicitar aos senhores Secretários Municipais mais atenção aos prazos, para que projetos de interesse do governo municipal não cheguem à Câmara na última hora, necessitando de regimes de urgência para que convênios e verbas não se percam. O presidente concluiu dizendo que “estamos mexendo com dinheiro público e devemos ter o máximo de cuidado com estas questões”. Disse que entrará em contato com o Secretário de Governo, Paulo Giannini, para resolver esta questão do encaminhamento dos projetos do Executivo Municipal, dentro dos prazos regimentais, na medida do possível.

 



(Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal)

Comentários

Nenhum comentário até o momento