Governador Alberto Goldman visita a Etec de Embu

Por Assessoria de Comunicação | 26/10/2010


Foto:

O governador exaltou os programas do Governo Paulista na área. Participaram do evento o prefeito Chico Brito (PT), o vice Natinha (PDT), os vereadores Arthur Almeida e Zé Carlos Proença (ambos do PSDB), e ainda, o presidente da Câmara de Embu, Silvino Bomfim e os vereadores Didi, João Leite e Ná (todos do PT), e Carlos Pires (PDT).

Goldman destacou o número de alunos que se beneficiaram pelas escolas de ensino técnico espalhadas em todo o estado. Segundo ele, a partir do próximo semestre serão disponibilizadas cerca de 200 mil vagas em centros de estudos técnicos no estado de São Paulo, o que para o governador representa um avanço em quatro anos, maior que os últimos 40 anos anteriores nesta questão.

O governador do Estado de São Paulo falou da importância que a escola técnica de Embu adquiriu para a região, sendo a localização do município “um ótimo ponto estratégico para as empresas, com o acesso ao rodoanel e a Regis”, lembrou Goldman. Outra evidência da importância da Etec para a região é sobre o indicador candidato/vaga que o centro Paula Souza estimou para a Etec Embu em seu primeiro ano de atividades. “A demanda é tão grande, que há cursos com 13 candidatos por vaga. Tem outro com 11 candidatos por vaga, o que demonstra que há muitos jovens querendo fazer ensino técnico e não tem lugar”, comentou o governador.

DEMANDA MAIOR QUE EXPECTATIVAS

Segundo apontou a diretora da Etec Embu, Lívia Martins Arruda, a demanda do início de funcionamento da instituição no município superou todas as expectativas. ”Ficamos até um pouco assustados, devido ao número de estudantes inscritos no nosso vestibular. Nossa Etec ficou em 8° lugar na região, com o número de 13.2 candidatos por vaga”, disse Lívia.

A diretora da escola técnica de Embu apontou que para o próximo ano a Etec deverá iniciar no mês de fevereiro o ensino médio na instituição, disponibilizando 160 vagas, e para o meio do ano, outros dois cursos: Meio Ambiente [40 vagas] e Eletroeletrônica [80 vagas]. Atualmente há 120 alunos matriculados no período da tarde, distribuídos nos cursos de Secretariado, Logística e Informática e 80 alunos período noturno, nos cursos de Rede de Computadores e Contabilidade.

Em relação às obras que ainda precisam ser iniciadas na parte externa da Etec, Lívia apontou que já foram licitadas e aprovadas. “A primeira obra a ser iniciada é a da quadra poliesportiva e vestiários, pois já foi licitada e deve ser iniciada no mês de novembro”, indicou a diretora.


PROTESTOS

Ao final do evento, alguns moradores dos bairros Jd. Lavorato e Santa Barbara interceptaram o governador Alberto Goldman, reivindicando as obras compensatórias do Rodoanel para suas regiões. O bairro está com seus acessos intransitáveis devido à movimentação dos caminhões da Dersa, durante as obras do Rodoanel, principalmente na entrada pela Rua Marcelino Pinto Teixeira. Outro problema é um aterro, no qual foram atirados terra, entulho e lixo, prejudicando todo o bairro. A compensação prometida pela Dersa ainda não foi providenciada, passados mais de seis meses do fim da obra.



O tumulto gerado ao final do evento de descerramento da placa de inauguração oficial da Etec foi controlado com a investida do vereador Arthur Almeida, que ajudou a mediar a conversa com o governador e acalmar os ânimos dos munícipes exaltados. O Governador prometeu levar as reivindicações aos representantes da DERSA.



(Alexandre Oliveira – Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento