Moradores dos Jds. Santa Bárbara e Lavorato protestam na Câmara de Embu

Por Assessoria de Comunicação | 29/10/2010


Foto:

Os moradores disseram que o bairro só tem dez ruas e apenas duas são pavimentadas. Reivindicaram da prefeitura a pavimentação das 8 ruas restantes, a solução para os problemas causados pelos aterros no bairro, sejam de responsabilidade da prefeitura ou da Dersa (no caso das obras do Rodoanel, que passou praticamente sobre o bairro, através de viadutos. Também querem a abertura à comunidade de uma quadra esportiva construída no local,mas à qual os moradores não tem acesso.

 


Nos cartazes e faixas de protesto, os moradores colocaram frases como “O Jardim Santa Bárbara/Lavorato pede socorro – estamos no esquecimento de Embu”, ou “Embu das Artes virou lixão de São Paulo?”. Também reclamaram dos órgãos do Estado em relação às compensações das obras do Rodoanel. Num dos cartazes havia a frase: “Quando a Dersa vai cumprir com o convênio assinado com a prefeitura de Embu das Artes e reparar os danos causados pelas obras do Rodoanel – parte Sul de São Paulo?”.



Em outro cartaz os moradores reclamam da falta de fiscalização quanto ao entulho jogado nos bairros: “Cadê a fiscalização do Embu das Artes?”. Mas também agradeceram à atuação da Secretaria de Serviços Urbanos, comandada pelo ex-vereador Nelson Pedroso: “Os moradores dos bairros Jardins Lavorato e Santa Bárbara agradecem aos senhor Nelson das máquinas (sic) pela retirada e limpeza dos entulhos na calçada da firma RFS até na ponte de acesso aos (nossos) bairros”, referindo-se à Rua Marcelino Pinto Teixeira, desobstruída pela própria prefeitura, após a Dersa deixar a via pública praticamente destruída durante as obras do Rodoanel.


Após a sessão uma comissão de moradores foi ouvida pelos vereadores na Sala das Comissões, e as reivindicações dos moradores foram apresentadas. Os vereadores João Leite e Ná (ambos do PT) lembraram aos presentes que é preciso participar das instâncias democráticas como o Orçamento Participativo, onde as prioridades para os bairros são decididas coletivamente e de forma democrática, e que todos os moradores dos Jardins Santa Bárbara e Lavorato serão bem vindos ao OP para apresentarem suas demandas, como a da pavimentação das ruas, por exemplo. O vereador Didi (PT) concordou com os colegas e disse que conseguiu um investimento de R$ 200 mil para seu bairro (Santa Tereza) por meio de mobilização dos moradores, e onde havia um lixão, foi construída uma praça. “Xingar, brigar não vai adiantar nada, ainda mais um ou dois sozinhos”. O vereador disse que a receita é a participação coletiva e a mobilização dos moradores do bairro.


O vereador Arthur Almeida (PSDB) disse que, quanto aos prejuízos e danos causados pelas obras do Rodoanel, marcará uma reunião com a Dersa, onde exigirá solução imediata para os problemas. Mas Arthur alerta que “tem gente botando a culpa no Rodoanel de tudo o que é entulho jogado Embu, mas muitas empresas de bota-fora estão aproveitando o ‘embalo’ pra jogar este material na nossa cidade, inclusive de madrugada, quando não há fiscalização”.



O presidente da Câmara, vereador Silvino Bomfim (PT) disse aos moradores presentes que a pavimentação das 8 ruas restantes dos Jardins Lavorato e Santa Bárbara depende apelas da adesão de 50% dos moradores, dentro do Plano Comunitário. Também defendeu a maior participação popular dos moradores nos mecanismos democráticos, como a Associação dos Bairros e as plenárias do OP – Orçamento Participativo. Silvino encerrou o encontro dizendo que os 13 vereadores estão unidos para o bem da cidade, independente de cor partidária, e que as portas da Câmara estarão sempre abertas à comunidade para apresentar suas reivindicações.

 

(Márcio Amêndola – Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento