Lei de vereador João Leite proíbe uso de celular em agências bancárias

Por Assessoria de Comunicação | 12/11/2010


Foto:


Segundo o projeto, os Bancos têm o prazo limite de 90 dias para se adequar aos preceitos da norma jurídica, a partir da promulgação da Lei pelo prefeito municipal Chico Brito. As agências deverão fixar em locais visíveis as informações constando a norma de proibição do uso dos aparelhos.

 


O projeto visa diminuir os roubos conhecidos como “saidinhas de bancos”, modalidade de assaltos em que os clientes são abordados após realizarem saques de alto valor no caixa eletrônico. Quando acontecem estas situações, os criminosos comunicam-se através de celulares, passando informações sobre as movimentações financeiras das vítimas, que acabam sendo abordadas e assaltadas já em locais fora das agências e longe dos olhos dos seguranças bancários e da polícia.



No ano passado, um cliente de um banco localizado no Centro de Embu foi abordado no estacionamento, que tem saída para a Rua Emancipação. O cliente, que estava em viagem e passou na cidade apenas para sacar um volume razoável de dinheiro, reagiu ao ser abordado e acabou baleado e morto. O cliente foi abordado pelo ladrão, que havia recebido a ‘dica’ de um comparsa dentro da agência. A lei proposta pelo vereador João Leite visa reduzir justamente esta prática.



(Ana Paula Timóteo – Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento