Nova Mesa da Câmara de Embu é definida com um mês de antecedência

Por | 2/12/2010


Foto:


Após uma série de reuniões e debates entre os 13 vereadores, finalmente uma chapa de consenso foi fechada para a nova Mesa da Câmara, que dirigirá o poder legislativo de Embu a partir de janeiro de 2011, até o final da atual legislatura, em dezembro de 2012. Foi definida a reeleição do atual presidente, professor Silvino Bomfim de Oliveira Filho (PT). Os vereadores escolheram também representantes de outros três partidos para comporem o restante da Mesa, ficando assim constituída: Vice-Presidente: José Carlos Ferreira de Proença, pela bancada do PSDB; Primeiro Secretário: Luiz Carlos Calderoni, pela bancada do PMDB; e Segundo Secretário: Edgardo José Cabral, representando o PSB.

 


Para que dois novos partidos entrassem na composição da Mesa, foi necessário que outros dois abrissem mão de suas participações. Assim, o PDT deixou sua vaga, representada pela vereadora Dra. Elisabete Alves Carvalho (atual segunda-secretária) e o seu colega de bancada, Carlos Pires, que chegou a pleitear a presidência, mas desistiu em nome da unidade.


Outro partido que também deixa a mesa é o PPS, do atual vice-presidente Gilvan Antonio de França, mas que também aceitou a reeleição do colega Silvino e a entrada dos colegas que ainda não tinham participado da direção da Câmara. Para Gilvan da Saúde, “o importante é manter os princípios de fidelidade e lealdade, e isto não é qualquer um que tem”, explicou. Gilvan ocupou a vice-presidência por duas vezes e chegou a ser presidente por um curto período de três meses no final de 2008, com o afastamento do então presidente Nataniel da Silva Carvalho, o Natinha.


Outro candidato à presidência que abriu mão de sua candidatura em nome da unidade foi Luiz do Depósito, do PMDB, que permanece em seu atual posto, como secretário. O vereador disse esperar “que os serviços da Câmara sejam ainda mais aprimorados, e que nós vereadores continuemos acompanhando o cumprimento dos compromissos do governo para a cidade”. Seu colega de bancada, Milton Arenzon do Rancho também acabou desistindo de sua candidatura em nome da harmonia. Para ele, nos últimos dois anos o convívio interno na Câmara, bem como com o prefeito Chico Brito possibilitou esse ambiente de cordialidade. Milton concluiu dizendo que “o que houve foi um consenso onde escolhemos o melhor para a cidade”.


Edgardo Cabral, que sobe a um cargo na Mesa pela primeira vez, fez um especial agradecimento aos vereadores do PDT, Carlos Pires e Dra. Bete, que abriram mão de suas pariticipações. “Espero realizar um bom trabalho e merecer a confiança recebida”, concluiu. O novo vice-presidente, Zé Carlos Proença fez questão de citar nominalmente os 12 colegas, agradecendo um a um, afirmando que “houve um entendimento de todos nesta Câmara e serei um parceiro da presidência para administrarmos bem este poder legislativo”, afirmou. O vereador, juntamente com seu colega Arthur Almeida, apesar de integrarem a bancada de oposição (PSDB), tem alinhado forças com a bancada governista municipal, na busca de recursos estaduais para o município. Segundo o presidente Silvino, foi justamente esta postura crítica, mas leal aos interesses da cidade, que pesou na hora da escolha do vice-presidente para integrar a mesa.

 

Nota de Esclarecimento


Com relação a especulações sobre a divergência entre os vereadores na escolha da nova Mesa e de uma possível interferência do prefeito Chico Brito na eleição, a Câmara emitiu uma nota de esclarecimento nesta quarta-feira (01/12). Veja alguns dos pontos principais do documento: “As articulações para a composição da nova Mesa foram todas realizadas na Câmara Municipal, em reuniões ocorridas durante os últimos 30 dias, ao contrário do que afirma o jornal Folha do Pirajuçara em sua mais recente edição”.


Mais adiante, informa: “Esclarecemos que Sr. Prefeito Municipal não interferiu no processo em  momento algum, respeitando a independência entre os poder”. ... “Os vereadores, após este processo de decisão coletiva, continuam UNIDOS em torno de um Legislativo forte e acima de tudo, pelos interesses públicos maiores de Embu e dos Embuenses”.

 

Leia a nota na integra: Clique Aqui!

(Texto: Márcio Amêndola de Oliveira / Foto: Alexandre Oliveira – Assessoria de Comunicação da Câmara de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento