Câmara de Embu aprova criação de vagas para a contratação de psicólogos

Por Assessoria de Comunicação | 3/12/2010


Foto:

As contratações não necessárias devido ao número de serviços disponibilizados à população no setor de Saúde da cidade, e a carência de profissionais nesta área.

 


Segundo apontado pelo texto do projeto apresentado aos vereadores para a criação de cargos públicos com especialidade em psicologia, a Lei Orgânica do Município, em seu artigo 9°, estabelece a legalidade pela meta a ser perseguida pela Administração Pública para o zelo a saúde dos munícipes de Embu.


Como observado pelo prefeito Chico Brito quando da inauguração do CAPS II, próximo ao largo da Matriz, há a necessidade especial da prestação de serviços dessa natureza para atender a demanda do município e sua população com deficiência mental, ou com necessidade de atendimento de especialistas na área.


De acordo com o texto, serão criadas cinco vagas a serem preenchidas para o cargo de Psicólogo I. O proposto indica a necessidade da ampliação de graduados na área (Psicologia I) para o atendimento qualificado no setor, que atualmente tem número insuficiente de profissionais para atender à demanda. O Projeto de Lei Complementar altera o Anexo I, da Lei complementar n° 62, de 31 de julho de 2003, para a inclusão das novas vagas, que devem ser preenchidas por meio de concurso público.

 

 

(Alexandre Oliveira – Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Embu)

Comentários

Nenhum comentário até o momento