Câmara de Vereadores celebra 56 anos de Embu das Artes e homenageia emancipadores em sessão festiva

Por Assessoria de Comunicação | 21/02/2015

A Câmara dos Vereadores, sob a presidência de Ney Santos (PSC), realizou na quarta-feira dia 18 sessão solene em comemoração aos 56 anos de autonomia político-administrativa de Embudas Artes em que prestou homenagem aos emancipadores do município, representados pelo primeiro prefeito de Embu e único emancipador vivo, Annis Neme Bassith, aos 87 anos, e pelos filhos dos emancipadores Carlos Koch, Edna Koch, e Manoel Batista Medina, Luiz Fernando Medina.

Numa manhã de Quarta-feira de Cinzas, cerca de 200 autoridades, entre eles o prefeito Chico Brito (PT), convidados e moradores participaram da cerimônia. Annis, que acompanhou a sessão no plenário ao lado do público, e os representantes dos emancipadores estavam muito emocionados. "Hoje é um dia feliz, de emoção e saudade, muita saudade. Quero que esta homenagem seja transformada em luz para aqueles que partiram, e que recebam o nosso carinho", disse Edna.

Luiz Medina se referiu ao pai e agradeceu pelo reconhecimento aos emancipadores. "É com muita dor, mas muito orgulho que quero agradecer a todos pelo carinho, dedicação e amizade que tiveram por ele e por todos enquanto estiveram entre nós. Hoje, a homenagem se faz jus ao aniversário da cidade, e os emancipadores serão para sempre lembrados", disse. A pedido de Annis, o presidente Ney observou um minuto de silêncio em memória dos pioneiros falecidos.

Os vereadores, de tribuna, exaltaram o papel dos emancipadores como precursores e bases do desenvolvimento da cidade e também destacaram as realizações sob governo do PT com os partidos aliados, desde 2001. "Como exemplo da transformação gradativa, na região do Casa Branca e Santa Tereza, onde antes era esgoto, hoje funcionam centro esportivo coberto, terminal de ônibus, complexo residencial, casa lotérica, banco", disse Edvânio Mendes (PT),1º-secretário.

Chico salientou que cada prefeito contribuiu para o avanço de Embu. "Quanta coisa melhorou na nossa cidade, e não de 2009 para cá apenas", disse. Ele fez apelo pela união das diferentes forças políticas para fazer Embu avançar mais. "Devemos estar de mãos dadas para superar os problemas, nós passamos, a cidade continua. Temos diferenças políticas, mas devemos estar juntos no que deve unir qualquer político e partido, a defesa do interesse da população", afirmou.

Ney enalteceu o espírito da mensagem do prefeito. "É isso mesmo que todos nós defendemos, estamos falando a mesma língua", disse o presidente, que lembrou ter sido eleito junto com Carlinhos do Embu (PSC) na oposição, mas hoje apoia o Executivo pelo compromisso com acidade. "Não tem como fazer oposição onde não se vê irregularidade. Decidimos fazer parte da base do governo porque todos os projetos que vieram para cá [Câmara] foram em benefício do povo", afirmou.

Ney disse ainda ficar "chateado com muitas coisas que ouve na rua, mas não ter nenhum problema em pôr a cara na frente para defender" o governo. "Já é difícil administrar uma casa, imagina um município com mais de 250 mil habitantes, onde tem que cuidar da saúde, educação, transporte, segurança. Mas nos dois anos que faltam, muitas coisas vão acontecer ainda. Estamos aqui para trabalhar para o povo e realizar os compromissos que assumimos na campanha", declarou Ney.

Durante a cerimônia, Chico apresentou os 31 novos guardas municipais (28 homens e três mulheres) que se formaram nos últimos seis meses e vão integrar a CGM da cidade, que passará a contar com 165 agentes. Também foram entregues dois dos três ônibus escolares municipais com elevador para cadeirantes recebidos do governo federal, no valor de R$ 450 mil. "Melhorar ainda mais a nossa querida Embu das Artes é um dever e uma luta de todos nós", conclamou o prefeito.

Participaram também da sessão solene, entre outros, o vice-prefeito Nataniel Carvalho, o Natinha, o ex-prefeito Nivaldo Orlandi, o ex-vice-prefeito Roberto Terassi, os ex-vereadores Arthur da Ressaca, Manoel Raymundo, Adauto Batista e Professor Toninho, os vereadores Moreira, de Taboão da Serra, Djalma de Oliveira, de Vargem Grande Paulista, José Raimundo, de Embu-Guaçu, o presidente da Acise, Batista Rodrigues, a delegada Floralice Silva, e secretários municipais.

Comentários

Nenhum comentário até o momento